Otros

Exército e agentes começam ação para atuarem em presídios

Exército e agentes começam ação para atuarem em presídios
Tecnologia que pertence ao CMO deve ser reforço dessa atuação
Efetivo do Comando Militar do Oeste (CMO) e servidores da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) começaram trabalho conjunto que será desenvolvido nos presídios de Mato Grosso do Sul.

O Exército deve fornecer tecnologia que mantém no Estado para realizar monitoramento. A Agepen não detalhou como deve ser o procedimento de trabalho dessa parceria.

As conversas entre as duas partes começaram na semana passada, quando o diretor da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, João Bosco Correia, e os agentes penitenciários Edmilson Rodrigues Horácio e Geilson Mendes fizeram palestra a militares para tratar a rotina de uma unidade prisional.

Foram repassados também características do trabalho dos agentes e como são realizadas as operações de pente-fino. Esse detalhamento foi dado para justamente aproximar o Exército da rotina e permitir que militares também possam sugerir ações em conjunto.

“O Exército dispõe de equipamentos que nós ainda não possuímos. E é importante essa apresentação por parte de nossos servidores, que têm experiência de todo o trabalho executado dentro de nossos presídios”, disse o demissionário diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia.

Hoje Stropa entregou carta de demissão ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) por conta de investigação do Ministério Público Estadual sobre casos de corrupção na agência.

Fonte: Correio do Estado

Comentarios

Más popular

Arriba