Otros

Ex-presidente Lula depõe nesta quarta como réu da Lava Jato

Ex-presidente Lula depõe nesta quarta como réu da Lava Jato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, líder máximo do PT, terá seu primeiro encontro frente a frente com o juiz Federal Sérgio Moro, nesta quarta-feira (10). Ele irá depor como réu da Operação Lava Jato, segundo informações do Jornal Estadão de São Paulo – Estadão.

A previsão para o depoimento é às 14h, em Curitiba. Lula é acusado pela Procuradoria da República, em Curitiba, por suposto recebimento de R$ 3,7 milhões em propinas da construtora OAS.

De acordo com a publicação, o Ministério Público Federal imputa prática de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro – pena prevista de até 22 anos de prisão, se condenado. A ampliação, reforma e decoração de um tríplex, no Guarujá (SP), e o custeio do armazenamento de bens, de 2011 a 2016, seriam “benesses” dadas ao petista, em troca de negócios na Petrobrás.

SAIBA MAIS
Em última tentativa de adiar depoimento, defesa de Lula recorre ao STJ
Antipetistas de Campo Grande montam cela em frente ao MPF e pedem prisão de Lula
TRF4 mantém para esta quarta interrogatório de Lula em Curitiba
Lula deve chegar em Curitiba pela manhã, vindo de São Paulo, em voo particular. A ex-presidente Dilma Rousseff também é esperada.

O caminho do Aeroporto Affonso Pena até a Justiça Federal, no bairro Ahu, passa pelo ponto de concentração de manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, sindicalistas, petistas e simpatizantes, acampados em uma área da União, atrás da rodoviária.

Até o final da tarde desta terça-feira, 20 ônibus com manifestantes haviam chegado à capital do Paraná e outros 36 eram aguardados até hoje, quando acontece o Dia D da Lava Jato. Organizadores estimavam em 50 mil o total de defensores do ex-presidente. A maior concentração será na região central da cidade.

A Secretaria de Segurança Pública e a Polícia Federal montaram um mega esquema de segurança para evitar confrontos e manifestações violentas na cidade durante a audiência. Há atos em defesa da Lava Jato e de Moro.

O acesso ao prédio da Justiça Federal está fechado desde as 23h de ontem. Num raio de 150 metros só podem entrar quem mora, trabalha ou estará a serviço durante o interrogatório, segundo explicou o secretário de Segurança do Paraná, Wagner Mesquita. São seis pontos de bloqueio nos acessos ao prédio da Justiça. O Fórum suspendeu as atividades.

Comentarios

Más popular

Arriba