Otros

Em 54 operações, PF indiciou 2,1 mil pessoas e apreendeu de 80 t de drogas em MS

A duas semanas do fim de 2016, a Superintendência Regional da PF (Polícia Federal) no Mato Grosso do Sul divulgou nesta terça-feira (20), o resultado das atividades desenvolvidas durante o ano, na Capital, Corumbá, Três Lagoas, Naviraí, Ponta Porã e Dourados. Nas 54 operações realizadas, mais 2,1 mil pessoas foram indiciadas e 82 toneladas de drogas apreendidas.

Destaca-se que em 2016 foram instaurados 2.044 Inquéritos Policiais, 1.922 indivíduos presos em flagrante e um total de 2.168 indiciados por diversas práticas criminosas. Das 54 operações policiais realizadas ressaltamos as seguintes:

Operação Matterello – Desbaratada organização criminosa que atuava no tráfico de drogas nos Estado de Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco e São Paulo. No transcorrer das investigações foram apreendidas aproximadamente quatro toneladas de maconha além de duas toneladas e setecentos quilos de cocaína;
CHOCADEIRA PANTANAL.
PUBLICIDADE.
13226775_132649397151746_3477280541821987743_n

Operação 2ª Fase da Lama Asfáltica – Organização criminosa investigada que através da aquisição de propriedades rurais com recursos públicos desviados de contratos de obras públicas, fraudes em licitações e recebimento de propinas, resultando também em crimes de lavagem de dinheiro. Os contratos sob investigação envolvem mais de R$ 2 bilhões;

Operação Nevada – Desmantelada organização criminosa que operava nos Estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e São Paulo, voltada ao tráfico transnacional de cocaína e lavagem de ativos. Apreensão de com a apreensão de aproximadamente 778 kg de cocaína, US$ 2,2 milhões, R$ 38 mil, 1 pistola calibre 9mm, 2 revólveres calibre 38, munições calibre 38, 9mm e de fuzil calibre 5,56 mm. O montante das transações ilegais detectados no curso da investigação a compra de bens imóveis cujos valores ultrapassam R$ 5 milhões, além de veículos de luxo, alguns avaliados em mais de R$ 400 mil, somente entre os anos de 2010/2014, movimentado mais de R$ 14 milhões;

Operação Tarja Preta – Identificado procedimentos utilizados pela Gerência de Saúde da Prefeitura Municipal de Naviraí/MS, no desvio de medicamentos e ao uso político da farmácia municipal. O montante detectado em apenas um ano, fraude superior a R$ 500 mil;

Operação Uroboros – Desmantelou organização criminosa especializada em fraudes para obtenção de pensão por morte, a qual se estruturou a partir da atuação de servidor da Fundação Nacional do Índio (Funai) de Amambai/MS. As fraudes causadas ao INSS ultrapassam R$ 1 milhão;
Operação Lázaro – Organização criminosa desbaratada que utilizava saques fraudulentos de pessoas já falecidas em precatórios junto a Justiça Federal nos Estados do Maranhão, Piauí e São Paulo, cujos valores ultrapassam R$ 10 milhões, montante que foi movimentado e ocultado através de contas bancárias em nome de pessoas físicas e jurídicas laranjas. Dinheiro ilícito que a organização utilizou na aquisição de veículos esportivos importados e de alto luxo;
PUBLICIDADE.
1argamasa-grudabem-1

Operação 3ª fase da Operação Lama Asfáltica – Aviões de Lama – Desmantelou grupo criminoso investigado que desviava recursos públicos de contratos de obras públicas, fraudes em licitações e recebimento de propinas que resultou em crimes de lavagem de dinheiro. Através de alienação de aeronave no valor de R$ 2 milhões, revelando que o grupo optou por se desfazer do patrimônio para realizar a divisão do produto da venda em valores menores, como no caso, mediante a entrega de outra aeronave de R$ 350 mil.

Além das apreensões de entorpecentes durante as operações, restaram volumes significativos de drogas em decorrência das atividades repressivas. um total de 4.459 kg de cocaína, 76.936 Kg de maconha, 157 comprimidos de ecstasy e 30 frascos de Lança-perfume.

PUBLICIDADE;
Tte. Herrero, esquina J. Casaccia
Tel.: (0336) 273 950 – mensajes al Cel.: (0971) 812 931
Pedro Juan Caballero – Paraguay
Sem título

Comentarios

Más popular

Arriba