Otros

Dourados investiga morte de mais uma pessoa por suspeita de H1N1

Dourados investiga morte de mais uma pessoa por suspeita de H1N1

Mais um caso de óbito suspeito de H1N1 é investigado em Dourados, conforme informações da Vigilância Epidemiológica. Trata- se um homem de 57 anos, morador da cidade, que morreu no domingo (26) e apresentou sintomas característicos da doença, o que motivou o pedido de exame.

O coordenador do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Devanildo de Souza, afirma que o homem foi atendido algumas vezes na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e não há mais detalhes sobre se o mesmo possa ter viajado antes de apresentar os sintomas ou se teve contato com pessoas contaminadas pelo vírus.

“Ele contou com sintomas da doença e por isso foi pedido o exame. Não temos informações de mais sobre onde ele possa ter passado”, disse.

Em Dourados já são 59 casos notificados da doença, sendo que são 28 confirmados, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) na semana passada.

Ainda conforme o relatório, o maior número de confirmados está em Campo Grande, com 90. A disseminação da doença é alta em Naviraí com 27 confirmações, seguido de Nova Andradina (15), Ponta Porã (14), Aquidauana (13), Carapó (11) e Laguna Carapã (10). Outras 38 cidades também registram casos da doença.

Do total de 65 mortes registrado em 2016, a maioria foi em Campo Grande (18), seguido de Naviraí (7), Dourados (3), Caarapó (3), Aquidauana (2), Bataguassu (2), Corumbá (2) Ivinhema (2), Jardim (2), Laguna Caarapã (2), Maracaju (2), Rio Brilhante (2) e Três Lagoas (2).

Registraram uma morte cada, as cidades de Água Clara, Antônio João, Costa Rica, Coxim, Douradina, Glória de Dourados, Juti, Nova Andradina, Ponta Porã, Ribas do Rio Pardo, Rio Verde do MT, Santa Rita do Pardo, São Gabriel do Oeste e Terenos. Uma outra morte é Influenza B diagnosticado num paciente da Capital e o caso ainda não subtipado.

O número de notificações em todo Estado chega a 1.042. Os dados citados são do boletim da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul.

Comentarios

Más popular

Arriba