Otros

Douradense é preso em ação do DOF que apreendeu 1 tonelada de maconha

Gilberto (à esquerda), Leonardo Borges e Leonardo Teixeira foram presos pelo DOF (Foto: Adilson Domingos)
Gilberto da Silva Freitas, de 28 anos, morador em Dourados, a 228 quilômetros de Campo Grande, foi preso neste sábado (27) durante uma ação do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) que resultou na apreensão de mais de uma tonelada de maconha. A droga estava escondida no fundo falso da carroceria de uma carreta, que foi abordada MS-295, entre Iguatemi e Eldorado. Outros dois homens também foram detidos e todos devem ser autuados por tráfico de drogas e formação de quadrilha.

O esquema que pretendia levar toda essa droga de Aral Moreira, ainda em Mato Grosso do Sul, até Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, começou a ruir quando os militares abordaram um veículo Hyundai/I 30 com placas IRF- 5584 de Dourados/MS, conduzido pelo douradense. Ele estava acompanhado de Leonardo Teixeira, de 34 anos, morador na capital gaúcha.

Os dois ocupantes desse carro caíram em contradição durante a conversa com os experientes policiais do DOF, que fizeram a detenção de ambos e permaneceram atentos ao tráfego na região. Log em seguida, abordaram uma carreta Bitrem International/9800I de cor branca com placas ODN-9149 de São Paulo/SP.

Essa carreta era conduzida por Leonardo Borges, de 33 anos, outro morador de Porto Alegre. Durante a conversa com os policiais militares, ele confessou que o Bitrem havia sido carregado com maconha em Aral Moreira e teria como destino a cidade de Porto Alegre, local em que iria acertar o valor para fazer o tráfico ao entregar a carga.

Com os três homens detidos, os policiais do DOF apuraram que os dois ocupantes do veículo Hyundai/I 30 de cor prata faziam o trabalho de batedores para a carreta. Por esse serviço, Leonardo receberia R$ 3 mil e o douradense Gilberto R$ 1 mil. O carro utilizado, por sinal, é clonado.

Verificada a carroceria da carreta, os policiais encontraram um fundo falso onde estavam 1.090 quilos de maconha. Toda a droga, os veículos e os homens presos foram levados até a Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira). Tanto o douradense quanto os outros dois envolvidos devem ser autuados por tráfico de drogas e formação de quadrilha. (Colaborou Adilson Domingos)

strong>PUBLICIDADE.
14039913_1133537356702581_3683056170987761572_n

Comentarios

Más popular

Arriba