Brasil

DOF realiza palestra do “Diga Não ao Crime” no Instituto Federal de Ponta Porã.

Assessoria de Comunicação Social do DOF realiza palestra do “Diga Não ao Crime” no Instituto Federal de Ponta Porã.
A Assessoria de Comunicação Social do Departamento de Operações de Fronteira – DOF, utilizando-se de sua função de comprometimento social e da filosofia de polícia comunitária, ministrou aos estudantes ingressantes e veteranos dos Cursos Superiores: Tecnologia em Agronegócio, Agronomia e Cursos Técnicos subsequente em Agricultura e Informática do Instituto Federal de Ponta Porã, na noite dessa terça-feira(05), a palestra DIGA NÃO AO CRIME”, que atingiu jovens de 17 a 50 anos.
12249802_481305425386773_3810078914628768564_n
A ação foi organizada pelos servidores do IFMS – Campus Ponta Porã sob coordenação dos professores: Genivaldo Schlick, Rafael Pelloso de Carvalho e Tatiana Wommer, com apoio técnico do Serviço de Comunicação e Eventos IFP, na pessoas da senhora Lilyan Rios e ministrada a partir das 19:30hs, no auditório da IFP em Ponta Porã e executada pela Assessoria de comunicação Social do DOF, através do 1º Sargento PM Julio CT Arguelho, cabo PM Claudemir, com apoio do Cabo PM José Luís, e dos Soldados PM Paes e Franco, tendo um público de aproximadamente 150 pessoas, entre alunos e professores. Na palestra foram facilitados assuntos como conhecimento geral sobre drogas licitas e ilícitas, bem como as consequências de seu consumo; conceito de autoridade no âmbito familiar; Lei 13.010 de 2014 (Lei da Palmada); criminalização; Uso, porte e tráfico de drogas; consequências e penalização do tráfico de drogas no Brasil e, atribuições do DOF no policiamento de fronteira.
PUBLICIDADE:
ART GESSO

O público interagiu positivamente no decorrer da ministração, onde o Assessor de Comunicação Social do DOF 1º Sargento Julio CT Arguelho e o Soldado PM Paes, enfatizaram a importância de conhecer as consequências do uso de drogas licitas e ilícitas, e suas implicações psicológicas, sociais e criminais, principalmente na área de Ponta Porã, onde o assédio de criminosos ao público dessa faixa etária é intenso.
PUBLICIDADE:
banner-anuncie

“Essa ministração está dentro da filosofia de polícia comunitária aplicada pela direção do Departamento e, é uma ação preventiva de desestimulo a iniciação criminal de jovens e adolescentes, que na fronteira ocorre com pessoas de todas as idades e classe sociais, sendo que traficantes tem se utilizado principalmente desse tipo de público, para servirem de “mulas” do tráfico na região.” – enfatiza o Sargento Julio CT Arguelho, Assessor de Comunicação social do DOF e palestrante do Projeto Diga Não ao Crime.
O Projeto pode ser solicitado por entidades, escola e prefeituras de todos a área de fronteira através do e-mail: [email protected] ou através dos telefone (67)3410-4800 ou (67)9987-9514.

PUBLICIDADE:
555

Comentarios

Más popular

Arriba