Otros

Documentos da Guerra do Paraguai foram incluídos no Registro Internacional do Programa Memória do Mundo da Unesco

O conjunto documental “A Guerra da Tríplice Aliança: representações iconográficas e cartográficas” foi incluído no Registro Internacional do Programa Memória do Mundo da Unesco, (MOW, na sigla em inglês), na edição 2014-2015. A candidatura reuniu acervos de nove instituições brasileiras e da Biblioteca Nacional do Uruguai.
PUBLICIDADE:
anuncie7
O conjunto contém vasta documentação sobre o conflito conhecido como Guerra do Paraguai e abrange 402 documentos iconográficos e cartográficos. Contribuíram para a construção do acervo, além da Biblioteca Nacional (BN), o Museu Imperial, Arquivo Nacional, Arquivo Histórico e Mapoteca Histórica do Itamaraty, Museu Histórico Nacional, Museu Nacional de Belas Artes, Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha e Arquivo Histórico do Exército. Também foram acrescentados alguns documentos pertencentes à Biblioteca Nacional do Uruguai, que se juntou ao grupo de instituições brasileiras.
PUBLICIDADE:
AMAMBAY EMPENHO
A contribuição da BN inclui documentos iconográficos e cartográficos de seis coleções dos acervos de Iconografia, Manuscritos e Cartografia (Coleção Biblioteca Fluminense, Coleção Mário Barreto, Coleção Thereza Christina Maria, Coleção Benedito Ottoni, Coleção Biblioteca Nacional e Coleção Pimenta Bueno). Entre os itens, destacam-se dois álbuns fotográficos e um álbum de desenhos pertencentes à Coleção Biblioteca Fluminense, além dos mapas manuscritos da Coleção Thereza Christina Maria, entre outros. “Todas as obras encontram-se à disposição dos pesquisadores nas respectivas áreas da BN”, afirma Joaquim Marçal Ferreira de Andrade, pesquisador do Acervo de Iconografia da BN. Além disso, parte deste acervo já foi digitalizado e pode ser acessado por meio do site da Biblioteca Nacional Digital.
PUBLICIDADE:
ECONOMIAA
O conjunto documental já tinha recebido, em 2013, o Registro Regional do Programa Memória do Mundo – América Latina e Caribe (MOW-LAC). “A candidatura foi originalmente proposta pela direção do Museu Imperial e teve a adesão dos dirigentes de oito outras instituições que, juntas, submeteram a candidatura ao MOW-LAC 2013”, conta Marçal. Em 2014, com a inclusão dos documentos uruguaios, o projeto foi submetido ao MOW Internacional, tendo sido escolhido para integrar o registro global do programa.

Comentarios

Más popular

Arriba