Otros

Dieta sem glúten: vale a pena?

Dieta sem glúten: vale a pena?

DOURADOSNEWS

A restrição de consumo de glúten vem sendo propagada como prática de alimentação saudável ou medida terapêutica. No entanto, é importante disseminar a informação, que as dietas sem glúten, são recomendadas para indivíduos que apresentam doença celíaca (incapacidade de digerir o glúten), pois muitos acreditam que seguir dietas “gluten-free” é o melhor caminho, alegando que o glúten prejudica a saúde. Mas, verdadeiramente, o efeito pode ser inverso!

O glúten é uma proteína que está presente nos seguintes alimentos: trigo, aveia, centeio, cevada e malte. Quem opta por uma dieta isenta ao glúten, geralmente utiliza a farinha de arroz nos produtos como substituição no lugar do trigo. Em conseqüência disso, recente um estudo detectou que produtos derivados do arroz podem conter altas concentrações de metais tóxicos como, arsênico e mercúrio, e o consumo elevado desses metais podem aumenta o risco de câncer e outras doenças crônicas.

Logo, entendemos que ainda não há pesquisas conclusivas que sustentem a recomendação de exclusão do glúten da alimentação habitual para indivíduos saudáveis. Embora a mídia e modismo alimentar defenderem a opinião de que a retirada do glúten na alimentação pode favorecer a redução do peso corporal e do acúmulo de gordura, estes achados podem estar relacionados à redução da ingestão total de calorias e carboidratos na dieta, que, por si só, apresenta benefícios na redução de peso. E, por isso, essa prática não é recomendada por profissionais de saúde, uma vez que muitos alimentos que contém glúten também são ricos em carboidratos, nossa principal fonte de energia. Assim, antes de retirar um nutriente do cardápio, procure sempre um especialista para uma orientação individualizada.

Comentarios

Más popular

Arriba