Otros

Detenção de executivo não fará Facebook cortar investimentos no Brasil

A detenção de um alto executivo do Facebook não fará com que a empresa desacelere seu investimento no Brasil. E quem garante isso é Diego Dzodan, vice-presidente da empresa na América Latina – justamente o homem que passou uma noite atrás das grades.

Dzodan participou de uma conferência na Sloan School of Management, dentro do MIT, quando foi questionado sobre o ocorrido da semana passada. “Fui tratado com muito respeito”, garantiu ele, segundo o The Guardian.

O executivo reiterou que o Facebook não tem acesso a dados do WhatsApp, portanto sua negativa em passar informações à polícia local – o que motivou sua detenção – não se deu de maneira leviana. “Da forma como aquela informação é criptografada de um celular para outro, não há informação guardada que possa ser útil às autoridades”, afirmou.

O caso, frisou, não tem potencial para gerar um revés na maneira como a companhia enxerga o país: “Estamos extremamente comprometidos com o Brasil. (…) É um mercado enorme que realmente gosta do Facebook”, disse ele, ressaltando que o Facebook está focado no investimento a longo prazo no país.
olhardigital

Comentarios

Más popular

Arriba