Otros

Descoberto mistério de “bola de fogo” que cruzou o céu de MS

Descoberto mistério de “bola de fogo” que cruzou o céu de MS
Contato de meteoro com gases atmosféricos causou clarão
Entrada de um meteoro de proporção um pouco maior do que a habitual foi o que causou o clarão visto e relatado por alguns moradores de Bodoquena, na noite de quarta-feira, feriado de 7 de Setembro. A informação foi repassada pelo pesquisador de astronomia, Duglaz Bortolanza Lara, de Dourados.

Ao Portal Correio do Estado, o especialista explicou que, pelos poucos relatos colhidos, a “bola de fogo” vista por algumas pessoas nada mais foi do que a queima de um meteoro que entrou na atmosfera.

“Pelos poucos relatos que reunimos, tudo indica que foi a entrada de um meteoro na nossa atmosfera que causou o clarão, coisa que acontece todos os dias”, destacou Douglaz.

Segundo o integrante do grupo de estudos de astronomia de Dourados, o atrito do meteoro com os gases da atmosfera fez com que o objeto se queimasse, o que passou a impressão de “bola de fogo” a quem conseguiu ver o ocorrido.

“O meteoro entra na atmosfera em uma velocidade muita alta. E, em atrito com os gases, ele queima. Geralmente são meteoros muito pequenos e logo se desfazem, porém, quando são maiores, geram brilhos maiores”, enfatizou o pesquisador, ao completar que diariamente centenas de meteoros entram na nossa atmosfera.

A “bola de fogo” intrigou moradores Bodoquena, pequena cidade de aproximadamente oito mil habitantes e distante 270 quilômetros de Campo Grande, que buscaram respostas para o fenômeno que estampou o céu da cidade turística em pleno feriado de comemoração ao Dia da Independência do Brasil.

Houve relatos que o mesmo fenômeno foi visto em Campo Grande.

Fonte: Correio do Estado

Comentarios

Más popular

Arriba