Brasil

Deputado de MS quer salvar mandato de Eduardo Cunha

Tropa de choque

Mais uma manobra da tropa de choque de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pode aliviar o processo e acabar salvando o mandato do presidente da Câmara Dos Deputados, acusado de receber propina e manter contas secretas na Suíça. À frente da manobra, para variar, o deputado sul-mato-grossense Carlos Marun, do PMDB, que tem se destacado como um dos mais aguerridos defensores de Cunha.

….

Manobra

Por sugestão de Marun, que é da cozinha do ex-governador André Puccinelli (PMDB), o vice-presidente da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu limitar a investigação no Conselho de Ética sobre o presidente Eduardo Cunha. Com isso, ele não poderá ser investigado sobre as acusações de que teria recebido propina, conforme relato de delatores da operação Lava Jato.

….

Manobra, ainda

Na decisão, Waldir Maranhão determina que o foco da apuração no colegiado fique somente sobre a suspeita de que Cunha teria contas bancárias secretas no exterior e de que teria mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras. Cunha sempre negou ser o titular dessas contas, e diz ser apenas o beneficiário de fundos geridos por trustes (empresas que abrem mão de sua independência legal e se unem para constituir uma única organização).

….

Recurso

Deputados contrários a Cunha criticaram a medida e prometem mais briga. Líder do PSOL, o deputado Ivan Valente (SP) acusou, mais uma vez, aliados de Cunha de manobras para adiar os trabalhos do colegiado. Ele também informou que pretende recorrer da decisão, juntamente com o presidente do Conselho e com o relator.

….

Pressa

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) antecipou de terça (26) para segunda-feira (25) a eleição dos membros da comissão especial que apreciará o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

….

Pilatos

Diante da falta de entendimento entre situação e oposição, por conta do encaminhamento a ser dado ao processo, o presidente do Senado chegou a dizer que pode pedir ao presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, que assuma o comando da Casa legislativa antes do previsto em lei, para comandar o rito do impeachment e dirimir questionamentos.

….

Chance

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado decidiu dar uma última oportunidade para que o senador Delcídio do Amaral (sem-partido-MS) se defenda no colegiado, antes que o parecer do relator do caso, Telmário Mota (PDT-TO), seja votado. O novo depoimento foi marcado para a terça-feira (26), às 14h30 (horário de Brasília). ….

Juntos

Na rearrumação partidária visando às disputas eleitorais deste ano, os grupos políticos liderados pelos ex-prefeitos Zé Elias e Humberto Teixeira ficaram abrigados numa mesma legenda, o PHS. Outra parte dos ‘dinossauros’ teria ido para o PSC, com o também ex-prefeito Braz Melo.

….

Baderna

Já passou pelas duas votações na Câmara Municipal e aguarda apenas a sanção do prefeito para começar a valer em Dourados a conhecida “Lei do Pancadão”, que dispõe sobre o controle da emissão de sons urbanos e a proteção do sossego público. De autoria do vereador Mauricio Lemes (PSB), a lei vem para tentar acabar com as brechas ao infrator e, realmente, punir aqueles que cometem excessos, principalmente na madrugada, quando a baderna corre solta por algumas regiões da cidade.

….

A Lei

A lei prevê que sons automotivos ou de qualquer natureza, estacionados nas vias ou espaços privados de livre acesso ao público, tais como postos de combustíveis, poderão ser apreendidos caso seja constatado o abuso. Além disso, poderá ser aplicada multa e autuar tanto condutor quanto proprietário que estiver irregular, independente de denúncia, reclamação ou ferramenta que consiga medir o barulho.

Comentarios

Más popular

Arriba