Economia

Conta de energia fica 7,19% mais cara em MS

Conta de energia fica 7,19% mais cara em MS

Definição ocorreu durante reunião do Concen, nesta quinta-feira
Preparem os bolsos. A conta de energia elétrica para os consumidores atendidos pela Energisa em Mato Grosso do Sul (74 cidades, incluindo Campo Grande) ficará 7,19% mais cara a partir do dia 8 de abril (sexta-feira). São 2,4 milhões de pessoas atendidas pela concessionária no Estado.
strong>PUBLICIDADE:
73345287-c69b-45e4-8c36-13aa343a1246

A definição ocorreu nesta quinta-feira (31), durante reunião do Conselho dos Consumidores de Energia Elétrica da Área de Concessão da Energisa/MS, que recebeu da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) o cálculo do reajuste tarifário.

Em média, o reajuste será de 7,19%, mas o impacto ao consumidor residencial é previsto em 6%. Os índices serão ainda submetidos à reunião de Diretoria da Aneel.
PUBLICIDADE:
banner-anuncie

“O que podemos comemorar é que desta vez o reajuste será abaixo de duas casas decimais, mas precisamos considerar que incide sobre um patamar que está alto”, diz a presidente do Concen, Rosimeire Cecília da Costa.

Rosimeire destaca que com o nível dos reservatórios de hidrelétricas em 58% e vigência da bandeira verde, ou seja, sem acréscimo na tar ifa pela primeira vez desde que as bandeiras entraram em vigor, o efeito do reajuste deve ser neutralizado na percepção do consumidor.

“O que traz preocupação é o impacto do excesso de energia, porque as empresas contrataram no mesmo patamar do ano anterior, mas a atividade industrial está desacelerada e a demanda caiu”. Rosimeire lembra, porém, que o Setor Elétrico já repactua os contratos para que o consumidor não seja penalizado por isso.

Fonte: Correio do Estado
PUBLICIDADE:
ART GESSO

Comentarios

Más popular

Arriba