Brasil

Comer peixe reduz em 25% chances de depressão nas mulheres

Pesquisa australiana concluiu que o ômega 3 dos frutos do mar associado aos hormônios femininos mantém o cérebro funcionando de forma melhor.
Um estudo realizado na Austrália concluiu que incluir frutos do mar ao menos duas vezes por semana no cardápio reduz em 25% o risco das mulheres desenvolverem depressão. As informações são do site inglês Daily Mail.
mulherpeixedietadepressaogetty
De acordo com a pesquisa conduzida pelo Menzies Research Institute da Tasmania, as altas doses de ômega 3 encontradas nos frutos do mar combinadas com os hormônios femininos, como estrogênio e progesterona, mantêm as funções cerebrais funcionando de forma melhor.

Os pesquisadores observaram mais de 1.400 homens e mulheres com idades entre 26 e 36 ao longo de cinco anos. Além do cardápio repleto de peixes, camarões e mexilhões, a atividade cerebral também era medida assim como consumo de tabaco e álcool, peso, altura, sedentarismo, educação e situação profissional.
Saiba Mais
Foto: Getty Images

Fumar contribui para o ganho peso, diz estudo

Estudos: amêndoas combatem diabetes, obesidade e flacidez

Comer 7 porções de frutas por dia reduz risco de morte

“Para as mulheres, cada vez que um tipo de peixe era consumido durante a semana, as chances de depressão caíam cerca de 6%”, explicou o responsável pelo estudo. E completou: “nos homens não foi observada esta ligação entre consumo de frutos do mar e redução do risco de depressão”.

Richard Marsh, diretor do Insitute of Food, Brain and Behaviour, comentou que estudos anteriores já haviam determinado que óleo de peixe, rico em ômega 3, influenciava no humor. “O estudo mostra que o corpo humano como um todo, inclusive o cérebro, precisa da nutrição necessária para funcionar adequadamente e que certas deficiências podem causar problemas, como a depressão”, explica.TERRA

Comentarios

Más popular

Arriba