Brasil

CANDIDATO DO PSDB NA MIRA DO MPF EM PONTA PORÃ

CANDIDATO DO PSDB NA MIRA DO MPF EM PONTA PORÃ
Jornal 18 de agosto de 2016Destaque, Política
http://poranews.com/
Envolvimento em vendas de lotes no Assentamento Itamarati coloca candidato a prefeito do PSDB em Ponta Porã na mira da justiça federal.

Segundo as primeiras informações a situação do candidato a prefeito Hélio Peluffo Filho (PSDB) em Ponta Porã, pode ter um drástico desfecho que pode terminar com a prisão do mesmo em razão das vendas de lotes no Assentamento Itamarati pela que responde ante a justiça por crime de parcelamento irregular de solo urbano e disposição de coisas alheias, no total de nove pessoas estão denunciadas pelo Ministério Publico federal (MPF), que segundo informações, os acusados devem ser julgados ainda este ano e ter que cumprir a pena imposta que seria de aproximadamente 12 anos.

Hélio Peluffo e acusado de lotear parte do Assentamento Itamarati e promover o cadastramento e venda dos lotes no período de 2007 a 2009, quando o mesmo era secretario de obras na administração Kayatt, onde o mesmo teria induzido a ocupação ilegal de uma área de 200 hectares de propriedade do Instituto de Colonização Agraria (INCRA) ao induzir os produtores a iniciar a execução do loteamento e prestar auxilio material com o uso de maquinas e mão de obra da Prefeitura de Ponta Porã.

O MPF ainda acusa o ex-secretário municipal de obras e hoje candidato a prefeito de Ponta Porã de autorizar o uso das terras para a plantação de soja, como se fosse o proprietário do imóvel publico federal, que com o apoio da AMPAI terminaram arrendando 100 hectares para o cultivo, com o proposito de arrecadar recursos e custear as despesas da associação particular.

Helio Peluffo pode ainda ter novos problemas nos próximos dias, quando terá que responder ante o seu eleitorado e os pequenos comerciantes apostados no “Minhocão” a falta do termino da execução das obras realizadas com o dinheiro da Comunidade Europeia, que solicita a devolução de 346,767 Reais ao entender que as obras não atendem o projeto original apresentado a Comunidade Europeia e que a mesma se encontra sem conclusão.

Caso Helio Peluffo:

MÁ GESTÃO DE KAYATT OBRIGA PREFEITURA DEVOLVER DINHEIRO A COMUNIDADE EUROPEIA

LEMA UTILIZADOS POR PARTIDOS VIRA PIADA EM PONTA PORÃ

Comentarios

Más popular

Arriba