Otros

Caminhonete roubada em saída de bar é encontrada a caminho da fronteira

Caminhonete roubada em saída de bar é encontrada a caminho da fronteira

Foi preso por receptação na madrugada deste domingo, dia 30 de outubro, na rodovia BR 060, na saída de Campo Grande para Sidrolândia, Roverson Fernandes de Souza, 30 anos. Segundo o site Campo Grande News, ele dirigia uma caminhonete Toyota Hillux, de cor prata, roubada de dois jovens em frente a uma tabacaria na rua Euclides da Cunha, na Capital, durante a madrugada de hoje. O suspeito disse que recebeu R$ 1 mil para levar o veículo até Sidrolândia, onde seria entregue a outra pessoa.

De acordo com o boletim de ocorrência, a polícia foi informada sobre o assalto em frente a tabacaria, na rua Euclides da Cunha, e deslocou uma equipe para a saída de Sidrolândia para aguardar a possível passagem do veículo, já que é comum que automóveis roubados sejam levados para a região de fronteira.

Roverson Fernandes de Souza passou pelo local dirigindo a Hillux, 15 minutos após o início do patrulhamento. Ele desobedeceu a ordem de parada e fugiu do local por uma estrada vicinal, em direção à uma termelétrica.

Após três 3km, o suspeito perdeu o controle do veículo e fugiu. Ele tentou se esconder em um matagal próximo, mas foi encontrado pelos policiais. Roverson disse que estava sozinho e que recebeu R$ 1 mil para levar o veículo até a rodoviária de Sidrolândia, onde seria entregue a uma pessoa que levaria a Hillux até Ponta Porã.

Com o homem foi encontrado um celular, R$ 427, documento de um Fiat/Pálio ED e documentos pessoais. Dentro do veículo havia um aparelho que bloqueia o sinal de rastreamento.

O suspeito foi preso em flagrante e levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga junto com a Hillux. Ele foi preso por receptação.

Caso

Dois jovens de 19 anos deixavam uma tabacaria na rua Euclides da Cunha quando foram surpreendidos por dois homens, que aparentavam ter 20 anos. Um deles estava armado e o modelo do carro não foi detalhado pela polícia.

Os suspeitos forçaram as vítimas a entrar no veículo e fizeram com que eles andassem cerca de 15 minutos pela cidade. Um dos autores, que era tratado como Boquinha, instruía o caminho para o parceiro até que liberaram os jovens no final da Orla Morena. Após liberar as vítimas, os ladrões fugiram levando o veículo.

Comentarios

Más popular

Arriba