Otros

Caminhão de boi sai da pista, tomba e motorista morre

Caminhão de boi sai da pista, tomba e motorista morre
O veículo estava carregado com 21 bois Nelores

Na tarde desta quarta-feira (28/10), um caminhão carregado de gado Nelore, perdeu o controle e capotou em uma curva, no KM 269 da rodovia 482, entre Conselheiro Lafaiete e Itaverava/MG. O veículo carregado com 21 animais, ficou no acostamento por mais de 10 horas, deixando o trânsito lento, em uma das vias.

O motorista do Mercedes Benz, Gleison Matias de 25 anos faleceu no local, seu auxiliar Vinícius Binda (24), que estava na cabine, teve apenas ferimentos leves e durante atendimento, chegou a comentar que o amigo agora deixava a esposa gravida de uma criança de oito meses.

Bombeiros Militares de Conselheiro Lafaiete trabalharam por mais de duas horas para realizar o resgate do corpo. Em um relato, pelas redes sociais, a Médica Veterinária Carla Sássi, realizou um triste depoimento sobre a crueldade das pessoas que tentavam tirar proveito do sinistro.

Leia o relato da médica
“ ….Enquanto isso, eu ia sedando os animais possíveis. E alguns comentários surgiam…’tem que virar esse caminhão logo, o motorista já está morto mesmo, ela vai comprometer a carne com essas injeções; tem alguns mortos já, se demorar a tirar vão endurecer e ficar difícil partir . Por aí foi,
aos poucos foi possível liberar alguns animais, que saiam como loucos atrás das cerca de 100 pessoas presentes, das quais muitas corriam e gritavam como se estivessem na farra do boi.
Piadinhas desnecessárias o tempo todo, animais sendo laçados sem nenhum critério e embarcados as pressas antes que eu interferisse. Foi necessário um policial dar voz de prisão a um dos presentes devido a tanta besteira feita e falada…mesmo assim o circo continuou. Ao fim, foram quatro bois que vieram a óbito (dois morreram no acidente e dois eutanasiados). Ao informar que deveriam ser enterrados, a revolta foi geral…queriam destroçar os animais ali, na Beira da Estrada…mas não conseguiram. Não senti pena dos animais, pois eles logo teriam seu sofrimento finalizado, mesmo que abatidos ou eutanasiados; ficariam livres do carma de dividir o mesmo planeta que nossa espécie…mas de algumas pessoas presentes me padeci de pena, pois continuarão vivas nessa ignorância, nessa mesquinhez…se reproduzindo e passando esses genes medíocres para suas crias! ”

Por fim a veterinária comenta
“Obrigada à amiga Letícia Calovi que mesmo cheia de trabalho foi até lá ajudar. Obrigada aos alunos da Universidade de Veterinária da UNIPAC que ao passarem pelo acidente, imediatamente foram atrás de ajuda para os animais. Obrigada a quem realmente se preocupou com esses animais, e ajudou como podia. Assim caminha a humanidade!”

Fonte: Estado Atual

Comentarios

Más popular

Arriba