Otros

Brasil vai colher 211 milhões de toneladas de grãos na nova safra

Com aumento de 3,2 milhões de toneladas em relação à safra 2014/2015, agricultura brasileira deve bater novo recorde.

A produção de grãos estimada para a safra 2015/2016 deve chegar a 211 milhões de toneladas, segundo dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Caso essa previsão seja alcançada, a produção terá um aumento de 3,2 milhões de toneladas em relação à safra 2014/2015. É um salto de 1,5%, mas projeta um novo recorde.

Os números indicam que o País poderá ter uma safra recorde no período, mesmo com as complicações climáticas causadas pelo fenômeno climático conhecido como El Niño.

“A questão climática é manejada pelos produtores e por tecnologia, de modo que se consegue corrigir, ao longo do desenvolvimento vegetativo, essas preocupações dos impactos climáticos”, disse o diretor de Política Agrícola e Informações da Conab, João Marcelo Intini.

O diretor reconhece que as dificuldades climáticas podem se acentuar e, por isso, é importante que os produtores se planejem para enfrentar essas adversidades.

“A questão climática para a agricultura é central. Não há agricultura sem a preocupação dos efeitos climáticos. O El Niño de fato se assevera, com tendência ainda de se tornar um pouco mais severo para as próximas semanas, cujo declínio talvez ocorra só em meados de março ou abril”, avaliou.

Na classificação por produtos, o segmento de soja deverá ser o de maior crescimento absoluto, com estimativa de 6,2 milhões a mais do que o observado anteriormente. No total, a expectativa é que sejam produzidas 102,5 toneladas de soja na safra atual.

Confira as projeções de colheita para os principais produtos da agropecuária brasileira na safra 2015/2016:
Soja 102,4 milhões

Milho 82,0 milhões

Feijão 3,3 milhões

Arroz 11,9 milhões

Trigo 5,6 milhões

De acordo com a Conab, apenas as culturas de primeira safra tiveram o plantio iniciado, que se estenderá ao longo de dezembro.

As culturas de inverno, referentes a safra 2015, estão na fase final de colheita. Para as culturas de segunda safra, o plantio se iniciará a partir de janeiro.

Para o milho primeira safra e o algodão a estimativa é de queda na produção total, impulsionada pela redução na área plantada. A recuperação da produtividade de feijão resulta em aumento da produção, apesar da queda na área plantada.

A expectativa de área plantada com grãos nesta safra é de 58,6 milhões de hectares (incluindo primeira, segunda e terceira safras, além da cultura de inverno), o que representa um crescimento de 1,1% em relação a área cultivada no período anterior.

Fonte: Portal Brasil, com informações da Conab

Comentarios

Más popular

Arriba