Brasil

As melhores cervejas do mundo

Cerveja brasileira é eleita uma das melhores do mundo. Cerveja Dubbel, da Wäls, ganhou medalha de ouro na categoria Belgian Dubbel da World Beer Cup. O rótulo Quadruppel da cervejaria levou prata em outra modalidade

Não são apenas Bélgica, Alemanha e Estados Unidos que se destacam entre os países com as melhores cervejas do mundo. Além da tradicional cachaça, o Brasil também ganhou notoriedade recentemente, na World Beer Cup, competição internacional de marcas de cerveja, que se considera as olimpíadas da bebida. Na premiação deste ano, o rótulo tupiniquim Dubbel ganhou a medalha de ouro na categoria “Belgian Dubbel” e o Quadruppel ficou com a medalha de prata no grupo de “Outros Estilos Belgian Ale”.

Ambas as garrafas são produzidas pela empresa Wäls, que fica em Belo Horizonte e distribui produtos principalmente nas regiões Sudeste e Sul, e no Distrito Federal. Ao todo, mais de 1.400 cervejarias de 58 países inscreveram quase 4.800 rótulos para participar do concurso, que engloba 94 modalidades e é organizado pela Brewers Association.

A Wäls Dubbel, primeiro em seu grupo, é do estilo Belgian Strong Ale Dubbel e se caracteriza pela aparência castanha escura, com espuma densa e duradoura. O aroma é de frutas secas com notas de especiarias e maltes especiais, enquanto o paladar traz persistência do torrado, levemente picante e bastante seco. A bebida é refermentada na garrafa, tem 7,5% de álcool e 26 IBU’s (Unidade Internacional de Amargor).
wmX-600x514x4-53501c54213b63dda866ad756457684b29fc9181a58b9
Já a Wäls Quadruppel, consagrada na segunda posição entre concorrentes de sua categoria, é do estilo Belgian Strong Ale Quadruppel. Isso significa que é feita com quatro tipos de malte, nobre cepa de levedura, lúpulos especiais e diferentes especiarias. Sua aparência é marrom rubi, o amargor é equilibrado e a espuma, aveludada. O aroma é intenso e o sabor é de malte, chocolate toffee, mel e frutas secas. Outra peculiaridade da bebida é que ela é maturada em carvalho francês marinado com cachaça mineira. Além disso, é refermentada na garrafa com teor alcoólico de 11% e 35 IBU’s. (Luciana Carvalho, Exame)
Por: Folha de Dourados

Comentarios

Más popular

Arriba