Otros

Após desentendimento, médica é acusada de usar faca para “detonar” carro de colega

O desentendimento com uma colega de trabalho teria motivado uma médica que trabalha na UPA (Unidade Pronto Atendimento) de Dourados a uma atitude incomum. Norma Ambrósio, 39, é acusada de, com uma faca, rasgar os pneus e danificar a tintura do carro de uma enfermeira, no dia 29 de setembro.

O fato foi registrado dois dias depois no 2° Distrito Policial e de acordo com a delegada Andréia Pereira Alves, está sob investigação. Ao que consta no B.O e será analisado, a médica teria danificado um Hyundai HB20, cor vermelha, que estava estacionado nas dependências da Unidade após discussões por questões de trabalho.

“O que motivou seriam problemas de desentendimento no ambiente profissional e agora haverá uma perícia para constatar os danos e assim encaminhar as próximas providências”, disse a delegada.

Ainda segundo a delegada, o laudo a respeito do fato deve ficar pronto em cerca de 15 dias e se constatada a ação, a médica deve responder criminalmente pela atitude.

O Dourados News procurou a Secretaria de Saúde para saber se a mesma foi informada sobre o fato e se caberia alguma punição a profissional acusada. O secretário Sebastião Nogueira afirmou que não estava ciente da situação e que o poder público não tomaria posição diante do suposto ocorrido.

“Não tenho conhecimento disso e se aconteceu não cabe a secretaria se envolver. É um problema que tem que ser resolvido entre as partes”, disse.

Em contato com Lázaro Santana, presidente do Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Enfermagem, o Dourados News foi informado que não há relatos do fato na entidade e que também não caberia a denúncia nesse caso a mesma, pois o sindicato atende os profissionais da iniciativa privada, e não pública.

Comentarios

Más popular

Arriba