Otros

Após assassinato de colega, taxistas fazem ato na fronteira por mais segurança

Após assassinato de colega, taxistas fazem ato na fronteira por mais segurança

Um grupo de taxistas realizou protesto na fronteira do Brasil com a Bolívia na manhã desta quarta-feira (09). O local foi “fechado” por cerca de 15 minutos.

De acordo com o site Diário Corumbaense, o ato tem o intuito de chamar a atenção para a insegurança que os profissionais tem vivido. Em duas semanas dois taxistas foram vítimas de violência.

Ainda com informações do site há 16 anos a categoria trabalha o dia inteiro e afirma se sentir exposta a todo tipo de circunstância. A mobilização reuniu cerca de 80% da frota de 92 táxis existentes em Corumbá. Os taxistas fizeram carreata e percorreram as ruas centrais da cidade.

Casos recentes

Nesta quarta-feira (08), um taxista foi encontrado morto com sinais de um golpe de faca no pescoço na parte alta de Corumbá e os ladrões fugiram com o carro dele. No dia 26 de fevereiro, outro profissional foi agredido numa tentativa de roubo do veículo.

Comentarios

Más popular

Arriba