Otros

Aos 20 anos, rapaz é flagrado com R$ 300 mil, drogas e armas em quarto de hotel

Aos 20 anos, rapaz é flagrado com R$ 300 mil, drogas e armas em quarto de hotel

A Polícia Civil de Naviraí, a 359 quilômetros de Campo Grande, prendeu nesta quinta-feira (16) Victor Augusto Veronez de Souza, de 20 anos, depois de encontrar mais de R$ 300 mil, porções de cocaína, armas, munições e até um drone em um quarto de hotel da cidade. O rapaz foi abordado pelos policiais enquanto dirigia uma BMW X6 M GZ01 e com ele uma nova quantidade de droga e dinheiro, incluindo 161 em dólares.

A polícia descobriu o caso depois que foram avisados de que dois casais haviam dado entrada em um hotel da cidade no domingo (12), saído e não voltado mais. No quarto indicado, investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) encontraram R$ 301.555 e mais 20 dólares.

Foram apreendidos ainda 21 gramas de cocaína, uma pistola calibre .40 com numeração raspada, dois carregadores do mesmo calibre, 73 munição calibre .40, três acessórios de arma de fogo para mira laser, dois simulacros de arma de fogo, um relógio dourado, um notebook, uma caixa de remédio Ritalina, e até um drone.

Segundo o site Tá na Mídia Naviraí, todos os objetos foram apreendidos e levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil da cidade, enquanto os investigadores continuaram a procurar os suspeitos que se hospedaram no hotel. Na noite desta quinta-feira, os investigadores abordaram Victor Augusto Veronez de Souza. Acompanhado de uma jovem, não identificada.

O casal estava em uma BMW, com placa de Itajaí (SC), quando foi surpreendido pelos policiais. No veículo, avaliado em mais de R$ 400 mil, foram encontrados 42 gramas de cocaína, R$ 758 e mais 161 em dólares. O rapaz então confessou que todos os objetos apreendidos eram seus e por isso foi preso eM flagrante.

Victor seria natural de Londrina no Paraná, mas estaria morando em São Paulo. Nas redes sociais o rapaz ostenta viagem ao exterior e a BMW em que estava quando foi preso teria sido comprada de um jogador de futebol. O caso ainda é investigado pela Polícia Civil, que apura a origem do dinheiro e procura o segundo casal envolvido no crime.

Comentarios

Más popular

Arriba