Otros

Ao cair de cavalo, trabalhador morre com estaca cravada no peito

Ao cair de cavalo, trabalhador morre com estaca cravada no peito

Por Cesar Galeano –
Um trabalhador rural morreu de forma trágica na tarde desta segunda-feira (30) ao cair do cavalo que usava para tocar gado na fazenda Tangara, em Santo Antônio da Platina (PR). Marcos Alves, de 38 anos, teve parte dos órgãos perfurados por uma estaca em meio à pastagem, e não resistiu aos ferimentos.

De acordo com o administrador da fazenda, Claudenir Rodrigues Zacarias, o acidente ocorreu por volta das 14 horas, quando Alves saiu para recolher os animais. “Eu não estava me sentindo muito bem, então pedi ao Marquinhos que fosse buscar o gado com a minha mulher. Quando eles começaram subir o morro ela ouviu um grito, e ao olhar para trás o viu caído já imóvel. Ao perceber a gravidade minha mulher correu até a sede para pedir por socorro, mas infelizmente já era tarde”, contou Zacarias.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros de Santo Antônio da Platina chegou ao local pouco depois do acidente, e constatou que a vítima já estava em óbito. O local de difícil acesso exigiu muita técnica por parte das equipes de resgate, que só concluíram o traslado do corpo após quatro horas de trabalho intenso. “O terreno é muito íngreme. Além disso, em alguns pontos há muita pedra solta, enquanto em outros o banhado toma conta do espaço”, disse o sargento do Corpo de Bombeiros, Luiz Carlos Souza, explicando sobre os ferimentos que provocaram a morte do trabalhador. “Ao cair do animal a vítima foi atingida no peito por uma estaca, ao que parece, parte do tronco de uma árvore, que perfurou seu tórax e órgãos provocando sua morte por hemorragia”, concluiu.

Alves era casado e pai de um garoto de três anos. Seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Londrina. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o acidente.

Comentarios

Más popular

Arriba