Brasil

AGORA: caminhão com mudanças de família de suspeito de assassinato é incendiado

O Corpo de Bombeiros da Capital foi acionado

Geisy Garnes

Populares atearam fogo ao caminhão de mudança e na residência da família de um dos envolvidos na morte do vendedor Adonias dos Santos Faleiro, de 26 anos, no distrito de Anhanduí, a 59 quilômetros de Campo Grande. O crime aconteceu durante arrastão na margem da BR-163 na noite desta segunda-feira (11).

Informações preliminares apontam que, revoltados com o assassinato do vendedor, moradores do distrito teriam ateado fogo no caminhão de mudança de parentes do adolescente apontado pela polícia como autor do disparo que matou a vítima. Logo em seguida, a casa da família em que o rapaz morava também foi incendiada.

O Corpo de Bombeiros de Campo Grande foi acionado para combater as chamas.

O caso

Dois assaltantes, um adolescente de 17 anos e outro rapaz, maior de idade, abordaram vendedores que trabalham na rodovia BR-163. Pouco antes do latrocínio, a dupla foi até a barraca de uma mulher e ela foi gravemente ameaçada pelo adolescente, que portava uma arma de fogo.

Há informação de que a mulher tinha pouca quantidade de dinheiro e houve um disparo de arma de fogo, mas ela não foi atingida. Em seguida, eles foram até a barraca do vendedor de 26 anos e o adolescente teria apontado a arma para a cabeça dele. Segundo o delegado Cleverson Alves dos Santos, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, Adonias tentou se defender.

O vendedor levantou a mão para tirar a arma do rosto, quando o adolescente atirou. Com a mão ferida o rapaz ainda tentou fugir e correr para trás da barraca, quando foi atingido por um disparo na nuca e morreu no local. Equipes da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e Polícia Civil estiveram no local.

Equipes policiais conseguiram identificar os assaltantes a partir das imagens das câmeras de segurança de uma das barracas, alvo dos bandidos. A dupla foi identificada e o adolescente foi localizado por equipe do Batalhão de Choque em Anhanduí. Ele foi apreendido e acabou entregando o comparsa, que também foi identificado, mas ainda é procurado.

Conforme o delegado, moradores do distrito contaram para a polícia que a dupla de assaltantes cometeu vários roubos na região durante a semana.

midiamax

Comentarios

Más popular

Arriba