Otros

Agesul anuncia medidas para recuperar rodovias no Cone Sul

Agesul anuncia medidas para recuperar rodovias no Cone Sul
Temporais provocaram erosões e bloqueios de pistas em várias rodovias estaduais.

Ver mais Fotos

Aterro rompido na MS-289 entre Amambai e Juti. Recuperação deverá ser concluída até o dia 20 de dezembro, diz Agesul. (Fotos: Vilson Nascimento e José Carlos Coelho)

Vilson Nascimento

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) já está adotando medidas para recuperar os trechos de rodovias estaduais danificados pelos fortes temporais que atingiram a região Cone Sul do Estado essa semana.

Pelo menos três trechos de rodovias estaduais, dois em Amambai e um em Tacuru, tiveram o trânsito totalmente interrompido por conta das tempestades.

Na MS-289, trecho que liga Amambai a Juti o aterro sobre o “Córrego Ponteí” foi levado pela fora das águas interditando por completo o trânsito na rodovia estadual que é rota de transporte escolar e considerada essencial para o escoamento da safra.

Na Rodovia MS-386, também conhecida como “Estrada Velha de Iguatemi” um deslizamento de terra provocou a formação de cratera e interditou totalmente o trânsito na altura da região denominada “Sbaraini”.

No trecho entre Tacuru e Iguatemi da rodovia MS-295, que integra a chamada “Guaira-Porã” e na MS-485 que liga Amambai a Aral Moreira, crateras formadas pela força das águas avançam sobre a pista, mas a situação mais grave a mais notória foi a formação de uma cratera que engoliu toda a pista na MS-160 na entrada da cidade, em Tacuru.

Em contado por telefone com a reportagem do grupo A Gazetano final da tarde dessa quinta-feira (26) o diretor regional da Agesul, em Amambai, o engenheiro civil Stefano de Brida, informou que a Agência Estadual já trabalha para recuperar os trechos de rodovias estaduais danificados na região.

Segundo Stefano, o aterro na MS-289 será recuperado por uma empresa que já contrato com o Governo do Estado para a manutenção de rodovias e o prazo para a conclusão da obra, se as condições climáticas permitirem, é o dia 20 de dezembro.

Em relação a MS-386 na região da Sbaraini, a recuperação será realizada assim que a equipe terminar a recuperação da erosão formada na MS-485, na região do Conjunto Residencial Pôr-do-Sol, na saída para Aral Moreira, em Amambai.

Em relação a cratera na MS-295 entre Tacuru e Iguatemi, Stefano de Brida informou que a Agesul já fez os levantamentos preliminares e a empresa responsável pela manutenção da rodovia já foi acionada para resolver o problema.

A recuperação do trecho da Rodovia MS-160 danificada pelo temporal na altura da entrada da cidade, em Tacuru, será feita por uma empresa contratada de forma emergencial pelo Governo do Estado exclusivamente para esta finalidade, segundo o coordenador regional das ações do Governo de Mato Grosso do Sul, Dirceu Bettoni.

Fonte: A Gazeta News

Comentarios

Más popular

Arriba