Brasil

Acredite se quiser! Ladrão saiu andando depois de levar tiro na testa e projétil se alojar em sua boca

O ladrão ficou lúcido o tempo todo apesar do buraco de bala na testa e o chumbo estar alojado em sua boca

Nesta segunda-feira, 14, depois das 17 horas, um ladrão que entrou em uma pequena empresa localizada na rua 2 do bairro Parque Shangrilá, Zona Centro-Sul de Manaus, logo depois do Conjunto Parque Dez de Novembro, levou um tiro na testa e a bala foi se alojar em sua boca, segundo informaram policiais de uma guarnição da Polícia Militar que atenderam a ocorrência.
Ninguém soube explicar como o projétil disparado contra a testa do ladrão não atravessou seu crânio e lhe provocou a morte na hora, nem mesmo os PMs ou quem estava no local entendiam o que aconteceu para ele estar vivo.

1255_969679559735235_4528082065827176470_n

Algumas pessoas diziam até que o criminoso “só pode ter parte com o demônio, ou mesmo, ser filho dele, para escapar da morte desse jeito”.

O ladrão dentro da viatura com a testa furada de bala e o projétil

alojado em sua boca, mas “vivinho da silva”
O ladrão, segundo foi relatado pelos policiais, entrou pelos fundos no prédio da microempresa, furtou três iPhones e a quantia de R$ 1.286,00 que encontrou em uma das salas. Mas o azar dele começou quando funcionários gritaram que tinha um bandido ali, e rapidamente muita gente se juntou e prendeu o intruso.

10568985_969652953071229_6888511944585746457_n(2)

Surra e tiro na testa que varou na boca

Do lado de fora o indivíduo foi agarrado e no meio da rua começou uma sessão de espancamento. Quanto mais ele pedia clemência, mais levava tapas, chutes, cascudos e pernadas dos moradores do local. Foi quando apareceu um dos agressores com um revólver em punho, apontou para a testa do ladrão e disparou quase à queima-roupa,

O ladrão só gemia baixinho, mas em momento algum

sequer desmaiou de dor com o tiro em sua cabeça
O ladrão caiu, ficou gritando de dor no chão e todo mundo pensava até que ia morrer ali mesmo, mas para surpresa geral, ele sentou-se no chão e ficou gemendo de dor até a chegada da guarnição da Polícia Militar, que não deixou mais ninguém agredi-lo.

O ladrão foi levado com o tiro na testa para o Hospital e Pronto Socorro (HPS) 28 de Agosto.
No local do furto, seguido de espancamento e tiro, os policiais militares também não conseguiram identificar o homem que fez o disparo de arma de fogo, muito menos as testemunhas do fato se prontificaram a dizer quem tinha atirado no ladrão, por isso ninguém foi preso na rua 2 do Parque Shangrilá, pela agressão nem pela tentativa de acabar com o criminoso ali mesmo.

Portal do Zacarias

PUBLICIDADE:
lavadero

Comentarios

Más popular

Arriba