Otros

Ação entre polícia evita suicídio que seria exibido ao vivo

Ação entre polícia evita suicídio que seria exibido ao vivo

Segundo a Polícia Civil em SC, Facebook detectou intenção de usuário. Homem de 40 anos disse estar desempregado e prestes a ter 4º filho.

Em uma ação conjunta que envolveu policiais no Brasil e nos Estados Unidos, um homem de 40 anos foi impedido de se suicidar durante uma transmissão ao vivo pelo Facebook, na madrugada da última quarta-feira (8), no Oeste de Santa Catarina, informou a Polícia Civil do estado. O nome da cidade não foi divulgado para não comprometer o atendimento às pessoas envolvidas.
De acordo com a Polícia Civil, foi a própria rede social que identificou, por meio de ferramentas de controle, que o usuário dava sinais de que pretendia transmitir a própria morte por enforcamento. Além de postagens de conteúdo suicida, ele havia feito um vídeo ao vivo em que deu a atender que se mataria nas duas horas seguintes.
Assim que surgiu o alerta, a empresa, com sede nos Estados Unidos, repassou as informações à autoridade policial nos Estados Unidos, que acionou a Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina.
Por meio dos dados do cadastro do usuário, policiais catarinenses chegaram até a casa do homem, onde confirmaram a situação e evitaram o suicídio. Ele foi encaminhado pelos bombeiros a um hospital, onde foi medicado. Ele agora passa por acompanhamento psicológico da assistência social da prefeitura da cidade onde mora, informou a Polícia Civil.
O homem alegou que pretendia se matar por estar desempregado e porque a mulher está grávida do quarto filho. Ele tem histórico de problemas psicológicos e depressão.
Ferramentas de controle
O G1 procurou o Facebook no Brasil para obter detalhes sobre o funcionamento das ferramentas de controle e a frequência desse tipo de situação entre os usuários.
Fonte: G 1

Comentarios

Más popular

Arriba