Otros

12⁰ BPM – Polícia Militar e Polícia Civil cumprem mandado de busca e apreensão em ‘’boca de fumo’’ em Juti

12⁰ BPM – Polícia Militar e Polícia Civil cumprem mandado de busca e apreensão em ‘’boca de fumo’’ em Juti
Naviraí (MS) – Em operação conjunta entre a Polícia Militar de Juti-MS, Polícia Civil de Juti e Caarapó-MS e equipe do Canil da Força Tática do 3º BPM de Dourados-MS, foi dado, nesta manhã de segunda-feira (18), cumprimento à mandado de busca e apreensão, sendo desarticulado dois pontos de venda de entorpecentes na cidade de Juti.
Após monitoramento das polícias que teve início no dia 05 de fevereiro de 2016, ficou constatado que o proprietário da reciclagem, local conhecido como “LIXÃO”, vendia em seu estabelecimento, pedras de “crack” e que seu genitor, vendia “maconha” em sua residência.
Após todo o trabalho de investigação e monitoramento, foi solicitado ao Poder Judiciário de Caarapó mandados de busca e apreensão os quais foram autorizados nesta manhã.
Iniciadas as buscas, foi encontrada no “LIXÃO”, a quantia de 01 (uma) trouxinha de substância análoga à maconha, 09 (nove) pedras de crack já prontas para comércio e 01 (uma) pedra de crack de 15 (quinze) gramas, a qual após a divisão ao formato de vendas no comércio de drogas daria em torno de 15 (quinze) unidades. Também foi apreendida uma quantia de R$ 833,70 (oitocentos e trinta e três reais e setenta centavos) em dinheiro, provavelmente oriundo do comércio de drogas.
Já na residência, dando continuidade à operação, foram encontrados 32 (trinta e dois) papelotes de diversos tamanhos de substância análoga a maconha os quais pesaram 375 (trezentos e setenta e cinco) gramas e 01 (um) tablete que pesou 725 gramas (setecentos e vinte e cinco), fechando, nesta segunda residência, um total de 1.100 kg (um quilo e cem gramas) de maconha. No local também foi encontrado, a quantia de R$ 1.675,00 (um mil seiscentos e setenta e cinco reais) provavelmente oriundos do comércio de drogas.
Foram encontrados e recolhidos em ambos os locais, makitas, esmerilhadeira, bicicletas diversas (quadros, aros com pneus), já desmontadas e sendo montados em outras, produtos provavelmente provenientes do comércio de drogas.
Ante ao exposto foi dado voz de prisão aos autores e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil local para que fossem tomadas as demais providências.
Assessoria de Comunicação Social – 12⁰ BPM

Comentarios

Más popular

Arriba