Economia

10 coisas que você precisa saber sobre a agricultura brasileira

Importância histórica
A agricultura no Brasil é, historicamente, umas das principais bases da economia do país desde os primórdios da colonização até o século XXI. Evoluiu de extensas monoculturas para a diversificação da produção. Inicialmente produtora de cana-de-açúcar, passando pelo café, e chegando na alta produtividade de soja.
ALTO PARANA
Valor econômico
O PIB do setor representou na última medição do Ministério da Agricultura 4,85% do total da economia brasileira, maior taxa de crescimento desde 1995, somando R$ 234,6 bilhões. A renda bruta da agricultura brasileira deve ter um crescimento de 1,5% em 2015, chegando a R$ 286,4 bilhões, segundo informa a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Vocação empregadora
Agricultura familiar gera 77% dos empregos no setor agrícola. Ela se destaca como um dos setores da economia que mais cresce na produção de alimentos, geração de riquezas e distribuição de renda. É também uma das principais atividades geradoras de trabalho e renda na América latina, segundo relatório da ONU em parceria com FAO.

Líder de mercado
O Brasil é o principal produtor e exportador de café, açúcar, etanol de cana-de-açúcar e suco de laranja do mundo. Além disso, lidera o ranking das vendas externas do complexo soja (farelo, óleo e grão).

O céu é o limite
A projeção do Ministério da Agricultura é que, até 2030, um terço dos produtos agrícolas comercializados sejam do Brasil, em função da crescente demanda dos países asiáticos.

Criando novas gerações desde o século 19
A primeira escola de profissionais agrônomos foi inaugurada ainda no Império. No ano de 1875 foi fundado, no povoado de São Bento das Lages, o primeiro curso de agronomia. Mas a profissão de engenheiro agrônomo só foi reconhecida em 1933 – atualmente, existem 288 cursos de agronomia regulares no país. REVISTA GLOBO RURAL
PUBLICIDADE:
LAZER

Comentarios

Más popular

Arriba