Brasil

Sites brasileiros saem do ar por precaução contra ataque hacker

Sites do INSS e do Tribunal de Justiça de São Paulo foram retirados do ar preventivamente. Estima-se que mais de 74 países foram alvo dos ataques.
PUBLICIDADE.

São Paulo — Alguns sites de órgãos do governo no Brasil foram suspensos como precaução após um ataque hacker de larga escala que atingiu 74 países ao redor do mundo.

Em São Paulo, o Ministério Público e do Tribunal de Justiça tiraram seus sites do ar preventivamente. Não existe registro de ataque no estado. De acordo com o site G1, a atitude foi meramente preventiva. No Ceará, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), suspendeu atendimento e desligou computadores de 90 agências, também de acordo com o G1.

O ataque, que começou na manhã desta sexta-feira, atingiu países como Espanha, Reino Unido, Estados Unidos e Itália. Na Espanha, a Telefónica foi uma das principais afetadas.

“Não é possível ainda saber quem promoveu o ataque e estamos trabalhando fortemente para bloqueá-lo”, afirmou a EXAME.com Fernando Mercês, pesquisador sênior da empresa de segurança virtual Trend Micro.

O sistema de saúde do Reino Unido foi uma das grandes vítimas dos hackers. O ataque, do tipo ransomware, “sequestra” o computador e exige o pagamento de um resgate para que ele volte a funcionar.

A Kaspersky, empresa russa de segurança, estima que mais de 45 mil ataques, em 74 diferentes países, tenham sido bloqueados.
PUBLICIDADE:

Acredita-se que o ataque explore uma vulnerabilidade do Microsoft Windows. O problema é que a Microsoft já liberou uma atualização de segurança que corrige o problema em março deste ano. As vítimas do ataque, em teoria, seriam computadores que estão desatualizados.

“O WannaCry explorou as empresas que não atualizaram o seu Windows e agora, essas mesmas estão sendo vítimas do ataque. Para se prevenirem, é preciso aplicar a correção”, afirma Mercês.

Um mapa do ataque mostra que ele se concentrou em países europeus–Rússia é um dos principais locais com ocorrências. China e Estados Unidos também concentraram uma quantidade razoável de casos. A ameaça foi identificada por especialistas como sendo o vírus WannaCry.

“O prejuízo é enorme para as empresas pois, além de parar as operações, elas têm seus dados encriptados e terão que pagar alto valor ao sequestradores virtuais, normalmente fixado em 300 dólares americanos para cada computador afetado”, afirma Mercês. EXAME

CDE NEWS.
PUBLICIDADE
El mayor medio de comunicacion de la frontera, Ciudad del Leste e Foz do Iguaçu
www.cdenews.com
con FM CDE news
espresas del grupo www.capitanbado.com

Comentarios

Más popular

Arriba