Policial

TACURU,.Eleitor tira selfie de voto e acaba preso durante eleição suplementar

Paulo Sérgio Nunes de Melo, de 39 anos, foi preso na tarde deste domingo (4) depois de tirar uma selfie dentro da cabine de votação em Tacuru, a 416 quilômetros de Campo Grande. Ele teria fotografado o momento do voto e enviado a imagem em grupos nas redes sociais. Até o momento, 12 prisões já foram feitas durante as fiscalizações eleitorais.

A denúncia chegou ao Cartório Eleitoral depois que Paulo divulgou uma foto dentro da cabine de lotação nas redes sociais. As equipes policiais foram até a escola em que o suspeito teria votado, porém quando o encontraram descobriram que a imagem já tinha sido apagada. Ainda assim, várias testemunhas que estavam no local confirmaram a história e o homem foi preso.

Segundo o boletim de ocorrência, Paulo Sérgio contou a várias pessoas, inclusive para os fiscais e presidente de mesa receptora de votos, em quem teria votado. O caso foi tratado como violar ou tentar violar o sigilo do voto.

Prisões

Até o início desta tarde a Polícia Civil já havia registrado 12 prisões durante as fiscalizações eleitorais, entre elas a do vice-prefeito de Tacuru, Adailton de Oliveira, que teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral. O ex-candidato é suspeito de oferecer vantagens econômicas em troca de votos. Esse é a segunda vez que ele é preso por compra de votos.

Mais cedo, a polícia ainda interceptou uma van com vários moradores do Paraná contratados para votar na eleição municipal. Tavares Nunes de Melo, de 42 anos, condutor do veículo e Anatalia Garcia, de 52 anos, foram presos por envolvimento no crime.

Luiz Fernando Garcia e Tiago Wilhan Garcia Gomes, de 18 e 21 anos, que também estavam na van foram presos depois de ofenderem e tentarem agredir os policiais que participavam da ação. Lorival Giareta, de 40 anos, foi detido horas depois, transportando vários eleitores em um Voyage.

Eleição

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) determinou nova eleição em Tacuru porque prefeito e o vice eleitos em outubro passado tiveram os registros da candidatura cassada.

Paulo Sérgio Lopes de Melo, do PP, vereador, prefeito interino da cidade desde janeiro deste ano, é um dos candidatos. A vice dele Daiana Neres de Souza Pedrotti, do PTdoB, também é vereadora. Carlos Alberto Pelegrini, do PMDB, ex-vereador, é o outro concorrente ao lado do candidato a vice, o conhecido Marcelo Veterinário, do PMDB.

O vereador Paulo Sérgio é prefeito interino da cidade desde o início do ano. Ele era o presidente da Câmara.MIDIAMAX

Comentarios

Más popular

Arriba