Policial

Operação da PF contra traficantes e doleiros cumpre mandados em MS

A investigação policial apontou uma complexa e organizada estrutura destinada à lavagem de recursos vindos do tráfico de drogas.

Na manhã de hoje (15), a Polícia Federal tem cerca de 90 policiais cumprindo mandados para desarticular quadrilha internacional de tráfico drogas comandada por Luiz Carlos da Rocha, conhecido como “Cabeça Branca”, conhecido com um dos maiores traficantes de entorpecentes da América do Sul com conexões em vários países.

Batizada de Efeito Dominó, a operação que é um desdobramento da ação iniciada no ano passado e que resultou na chamada operação Spectrum, cumpre 26 ordens judiciais, sendo 18 mandados de busca e apreensão, cinco mandados de prisão preventiva e três mandados de prisão temporária nos Estados de Mato Groso do Sul, no Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Paraíba, Distrito Federal e São Paulo.

PUBLICIDAD.
CERPA CERVEJARIA – Inspirada em você

No Estado, serão cumpridos um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. Em Amambaí; um mandado de busca e apreensão. Em Dourados; um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária.

A investigação policial apontou uma complexa e organizada estrutura destinada à lavagem de recursos vindos do tráfico internacional de entorpecentes.

A estratégia, segundo a polícia, é baseada na ligação de interesses das atividades ilícitas dos clientes dos doleiros investigados. Dois operadores financeiros foram presos. Um deles é Carlos Alexandre, conhecido como Ceará, doleiro da Lava Jato.

Os presos serão levados à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) onde permanecerão à disposição da Justiça Federal. Mais detalhes da operação serão informados em coletiva de imprensa às 10h.
CGNEWS
PUBLICIDAD.

Comentarios

Más popular

Arriba