Policial

Mulher resiste à prisão e manda polícia prender senador Delcídio do Amaral

Suspeita estava ameaçando clientes e funcionários em supermercado

Evanileide da Silva Barros, 26 anos, foi presa depois de ameaçar com uma faca clientes e funcionários do supermercado Comper, na tarde deste domingo (28), em Campo Grande. Antes de ser presa, ela resistiu e mandou a polícia prender o senador Delcídio do Amaral (PT), investigado na Operação Lava Jato.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher estava no supermercado, que fica rua Joaquim Murtinho, armada com uma faca de aproximadamente 20 centímetros. Sem motivo aparente, ela começou a ameaçar clientes e funcionários que tentavam colocá-la para fora do estabelecimento.

A Polícia Militar foi acionada e quando chegaram ao local, ela se recusou a sair do local e passou a chamar os militares de corruptos.

Ao ser advertida que poderia responder por desacato, ela voltou a xingar a guarnição, além de dizer “vão prender o Delcídio do Amaral”.

Em seguida, a mulher tentou correr, mas foi alcançada e contida pelos policiais, momento em que passou a agredi-los. Foi preciso algemá-la.

Quando estava sendo colocada no compartimento de presos da viatura, uma mulher que passava pelo local se apresentou como juíza de direito e mandou que os militares tirassem a algema da mulher. A solicitação foi atendida, porém, foi necessário uso de força para colocá-la na viatura, já que ela estava resistindo à prisão.

A suspeita foi encaminhada para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro. A juíza também compareceu à delegacia e foi orientada sobre os procedimentos cabíveis no caso. Evanileide foi indiciada por ameaça, desacato e resistência.CORREIO DO ESTADO

Comentarios

Más popular

Arriba