Policial

Mototaxista mata ex-mulher a tiros na frente do filho e comete suicídio

Segundo a polícia, o crime aconteceu na frente do filho do casal e de moradores do condomínio em que a família vivia.

Aos 42 anos, Larissa Souto Pereira de Freitas foi assassinada pelo ex-marido, Marcos Sérgio da Silva Castro, na tarde desta sexta-feira (9) após uma discussão no Jardim Alvorada, em Três Lagoas – a 338 quilômetros de Campo Grande. O autor do crime, um mototaxista de 48 anos que tirou a própria vida após atirar na mulher.

De acordo com o site JPNews, o feminicídio acontece em frente ao condomínio que Larissa morava. Os dois estavam separados há alguns meses, mas sem aceitar o fim da relação o mototaxista continuava a procurar a vítima. Nesta tarde, durante uma discussão, o homem sacou a arma e disparou três vezes contra a ex-mulher.

Conforme a polícia, todo o crime aconteceu na frente do filho do casal e de moradores do condomínio. Larissa chegou a ser socorrida, foi levada ao Hospital Auxiliadora, mas morreu poucos minutos após dar entrada na unidade.

Marcos Sérgio tirou a própria vida logo depois de atirar em Larissa. Segundo a Polícia Civil, a mulher havia obtido na Justiça medida protetiva contra o ex-marido. Mesmo assim, ele foi até o condomínio na tarde desta sexta-feira.

Os corpos foram levados ao Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal) e o caso é investigado pela DAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Feminicídio – No dia 14 de janeiro, Halley Coimbra Ribeiro Junqueira foi assassinada a tiros pelo ex-marido, engenheiro Renato Bastos Ottoni, de 62 anos, também em Três Lagoas.

Conforme boletim de ocorrência, a filha da vítima de 15 anos contou que estava no quarto, quando ouviu disparos de arma de fogo e a mãe pedindo “pelo amor de Deus para o autor não atirar”. Em seguida, a adolescente ouviu um terceiro disparo e um barulho no interfone, indicando que alguém abria o portão. Ela, então, saiu do cômodo e encontrou a mãe caída na cozinha embaixo de uma poça de sangue na região da cabeça. Já o padrasto, havia fugido com o veículo Cruze, de cor cinza.

Ottoni foi encontrado morto dois dias depois, em uma estrada vicinal do município de Castilho (SP). Quando foi localizado, o corpo já em estado de decomposição e apresentava um ferimento de tiro na cabeça. Para a polícia, o suspeito se matou logo após assassinar Halley. Do dia 1º de janeiro, até essa sexta-feira, foram registrados cinco feminicídios em Mato Grosso do Sul.
PONTAINFORMA

GRUPO CAPITANBADO COM
“O MAIOR GRUPO DE COMUNICAÇÃO DA FRONTEIRA PARAGUAY/BRASIL”
WEBS DE NOTICIAS,REVISTA,RADIOS,TV,APP E REDES SOCIAIS, Tudo em um só lugar Aqui..

http://www.grupocapitanbado.com/

FM CAPITANBADO já tem o seu próprio APP , sua radio para Android , instalem, comente e avalie o aplicativo para assim ir melhorando.
– FM Capitán Bado: 24 HORAS CONECTADO CONTIGO.
BAIXE AQUI. http://migre.me/q2ZKp

FM CAPITANBADO ESCUCHA AQUI.
http://www.grupocapitanbado.com/capitanbado

Comentarios

Más popular

Arriba