Brasil

‘Meia Água’ foi morto com 18 tiros de 9mm na porta de casa

Cláudio Rodrigues de Oliveira, o Claudinho Rodrigues, conhecido como ‘Meia Água’, foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira (18), por volta das 9 horas. Ele estava morando em Jandira, no interior de São Paulo, e foi morto a tiros na porta de casa.
thumbs
De acordo com a Polícia Civil do município, não há informação precisa de quantos tiros atingiram o ex-presidente do diretório municipal do PC do B de Ponta Porã. Cláudio era morador da cidade, localizada a 346 quilômetros de Campo Grande, da qual ele se mudou após ser acusado de mandar matar o jornalista Paulo Rocaro em 2012.

Morte de Paulo Rocaro

A Polícia Civil de Ponta Porã apontou Cláudio Rodrigues como responsável pela morte do jornalista Paulo Roberdo Cardoso Rodrigues, o Paulo Rocaro, no dia 12 de fevereiro de 2012. Paulo foi morto a tiros por dois rapazes que estavam em uma motocicleta.

Segundo declaração da polícia, o crime foi motivado por disputas políticas. O caso foi solucionado em maio de 2012 e além de Cláudio, Luciano Rodrigues de Souza e Hugo Stancatti Ferreira da Silva foram indiciados por homicídio duplamente qualificado.

‘Sumiço’ de Daniel

Cláudio também foi apontado pela polícia como envolvido na morte de Daniel Alvarez Georges, de 42 anos, filho do empresário Fahd Jamil. Daniel desapareceu em 3 de maio de 2010, poucos dias depois de deixar um presídio no interior de São Paulo, onde ficou preso pelo Denarc (Departamento de Investigações Sobre Narcóticos de São Paulo). Oito dias depois, o desaparecimento foi registrado.

Daniel chegou a ser visto na companhia de “Meia Água” em Campo Grande. Cláudio chegou a confirmar que não tinha qualquer envolvimento com o desaparecimento de Daniel, mas ficou preso temporariamente.MIDIAMAX

Comentarios

Más popular

Arriba