Policial

“Jhony Bravo” é morto com mais de 60 tiros em Sarandi

Os tiros atingiram apenas a cabeça da vítima

Diony Pereira, de 29 anos, conhecido “Jhony Bravo”, foi executado com mais de 60 tiros na noite de sexta-feira (21) na Rua Curitiba, no Jardim Cometa, em Sarandi, região norte do estado.
A vítima estava sentada em uma mesa tomando uma cerveja quando três homens desceram de um carro de cor vermelha atirando.

Diony não teve chance de correr dos criminosos e morreu local. Durante os disparos, a proprietária da cervejaria Aparecida de Fátima Vieira, de 48 anos, que trabalha no local foi alvejada com um tiro na coxa. A mulher foi socorrida por uma equipe do Siate de Sarandi e encaminhada para o pronto socorro do Hospital Metropolitano de Sarandi.

A cena do crime foi isolada pela Polícia Militar, pois haviam centenas de munições espalhadas ao lado do corpo de Diony Pereira. O perito criminal recolheu 65 estojos deflagrados de calibre 9mm. Os tiros atingiram apenas a cabeça da vítima. Diony possuía anotações criminais.

Câmeras de monitoramento da cervejaria e de outros estabelecimentos comerciais poderão ajudar a polícia na investigação. O corpo do rapaz foi encaminhado para o IML de Maringá.
André Almenara.
CGN

PUBLICIDADE.
3ª FESTA DO COSTELÃO EM CEL.SAPUCAIA, ORGANIZA LOJA MAÇÔNICA
Local clube das mães de Coronel Sapucaia,MS

Comentarios

Más popular

Arriba