Policial

Homem invade velório, atira em caixão e deixa bilhete exigindo que corpo seja enterrado em outro lugar

Um velório teve que ser transferido de local em Ilhéus, no sul da Bahia, após um homem vestido de preto, com luvas e capuz, invadir a cerimônia. O caso aconteceu durante o sepultamento do suspeito de matar o policial militar Tyrone Thomaz de Aquino Araújo, na noite de terça-feira (25).
PUBLICIDADE.

O homem entrou no cemitério e atirou contra o caixão. O disparo atravessou o vidro do caixão e atingiu o queixo da vítima. Antes de sair, o homem deixou um bilhete exigindo que o velório mudasse de local, sob ameaça de tiroteio.

De acordo com a titular da Delegacia de Homicídios da cidade, Andrea Oliveira, o velório estava sendo realizado no bairro Teotônio Vilela, onde residem os integrantes da facção 3º Comando. A vítima, Danilo José Silva dos Santos, pertencia à outra facção, Raio A.

PUBLICIDADE.

O local tinha sido escolhido por ser a residência da mãe de Danilo. Ainda de acordo com a delegada, o corpo foi recolhido de volta à capela e enterrado na manhã desta quarta-feira (26), no bairro Nelson Costa, com o apoio de policiais civis e militares.

Danilo foi morto pouco tempo após sair da delegacia, na segunda-feira (24), onde prestava depoimento sobre a morte do policial. A polícia investiga se a ação teve relação com o crime contra o PM, a briga entre facções ou se o homem foi morto pela própria facção, pois denunciou o nome de alguns comparsas.r-7

PUBLICIDADE.

Comentarios

Más popular

Arriba