Fronteira

Ex-miss diz desconhecer armamentos no veículo comprado a seis meses

Micheli está recolhida ao presidio feminino de Ponta Porã

Ponta Porã InformaMichelli oliveira/ Amambai

Micheli Martins de Oliveira 3A modelo amambaiense, Micheli Martins de Oliveira, 30 anos, que foi presa pela Policia Federal no final de semana na rodovia MS 156 sob acusação de transporte de arma e munição de grosso calibre, foi recolhida ao presidio feminino da cidade de Ponta Porã, onde vai aguardar o andamento do inquérito que está respondendo junto a delegacia de Policia Federal de Ponta Porã.

Micheli é de família tradicional da cidade de Amambai, é é bacharel em ciências contábeis e ultimamente vinha residindo na cidade de Dourados onde fazia trabalhos de modelo.

No inquérito Micheli informou que comprou o veículo a seis meses e não sabia o armamento estava escondido dentro do veículo.

O caso

Segundo a PF, em vistoria no carro que a modelo, que reside em Amambai e viajava sozinha, conduzia, os policiais encontraram cerca de cinco mil munições entre calibres 9mm, calibre ponto 30, além de uma pistola marca Glock e um fuzil calibre ponto 30, que também pode ser usado para abater aeronaves.

Todas as armas são de calibre restrito e podem ser usado apenas pelas Forças Armadas.

Também estavam com a modelo, segundo a Polícia Federal, vários carregadores, que os policiais suspeitam que sejam para fuzis de fabricação russa, AK47. Todo o arsenal estava escondido no painel do veículo, segundo a PF.

Informações dão conta que o armamento e a munição teriam saído da região de fronteira com o Paraguai e seria levado pela modelo para o estado do Rio de Janeiro.

Segundo a Polícia Federal, se condenada a modelo poderá pegar uma pena que varia até 6 anos de prisão.

Comentarios

Más popular

Arriba