Brasil

Pesquisa diz que Indicador de Incerteza da Economia tem recuo de 6,5 pontos

Pesquisa diz que Indicador de Incerteza da Economia tem recuo de 6,5 pontos

O Indicador de Incerteza da Economia, medido em todo o país pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 6,5 pontos entre junho e julho, ao passar de 142,1 para 136 pontos. Ele recupera parte da alta de 23,7 pontos, acumulada em maio e junho. Apesar disso, permanece em nível historicamente elevado.

Segundo a FGV, o indicador havia atingido um nível “atipicamente elevado” em junho deste ano, devido às incertezas geradas pela divulgação de conversas gravadas entre o empresário Joesley Batista, dono da Friboi, e o presidente Michel Temer. Por isso, de acordo com a FGV, já era esperada alguma acomodação do indicador em julho.

A mídia foi a única responsável pela queda do Indicador de Incerteza da Economia, ao recuar 11,5 pontos entre junho e julho. As expectativas de especialistas para a taxa de câmbio e a inflação tiveram um crescimento de 12,9 pontos.

Quem também teve aumento foi o componente que avalia a volatilidade da Bovespa, com alta de 3,4 pontos. O indicador mais alto demonstra mais incerteza na economia brasileira.

Fonte: Agência Brasil 

Comentarios

Más popular

Arriba