Brasil

PARAGUAIO PROCURADO PELA INTERPOL PRESO EM DOURADOS/MS

Polícia confirma identidade de procurado pela Interpol preso em Dourados

PUBLICIDADE.
13495237_1099014876821496_8318920118706035472_n

A polícia confirmou a identidade do homem procurado pela Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) e detido em Dourados há 10 dias. Candido Salvador Lopez, 44, vivia no Brasil com o nome falso de Marcos Vilhalva, 40.

A prisão dele ocorreu após ação conjunta do NRI (Núcleo Regional de Inteligência) da Polícia Civil de Dourados e da Polícia Federal – relembre aqui.

PUBLICIDADE.
13226775_132649397151746_3477280541821987743_n

Ele é acusado de ter assassinado em 14 de junho de 1999, em Formosa, na Argentina, o advogado Carlos Honorio Cubilas.

No dia 20 de outubro Marcos foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil e durante checagem foi constatado que ele era procurado pela Interpol e que existia contra ele um Mandado de Prisão emitido pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a pedido da Justiça por conta do crime.

Na delegacia ele alegou ser brasileiro e apresentou a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) com nome de Marcos, mas durante entrevista, admitiu possuir identidade paraguaia de nome Candido, comprada no país em que reside no ano de 1995, mas negou ter participado do homicídio do advogado Argentino.

Uma equipe da Polícia Federal esteve na delegacia e cumpriu o mandado de prisão e o encaminhou a carceragem.

A Polícia Federal coletou as digitais de Candido e solicitou as digitais da identidade paraguaia, ao compará-las constatou que a verdadeira identidade dele é paraguaia e não brasileira como ele havia alegado. Ele aguarda extradição para a Argentina.
Dourados news

PUBLICIDADE:
4f1e9f02569b857c13e0ec00c0375aff

Comentarios

Más popular

Arriba