Brasil

Para juiz Odilon de Oliveira, PCC é ‘vagabundo e deve ser aniquilado’

Impulsiona cada vez mais, em Mato Grosso do Sul, principalmente em Campo Grande, as ações criminosas promovidas pelo chamado Primeiro Comando da Capital, o PCC, organização criada duas décadas atrás em São Paulo por encarcerados traficantes. Da cadeia, os criminosos determinam quem deve ser assaltado, extorquido ou morto. Para o juiz federal da 3ª Vara Federal, em Campo Grande, “quando vem um ‘salve’ dessa organização, o Estado repressor deve mandar de volta dois ‘salves’ e partir para cima”. A reportagem está na edição de hoje (31) do jornal Correio do Estado.
1204860014
Na interpretação de Odilon, a organização deve ser aniqualada, adjetivo que num outro português indica que o magistrado acha que para combater os criminosos, eles devem ser destruídos complemente.

Segundo a reportagem de Celso Bejarano, “Salve”, é um código conhecida entre os integrantes da organização que descreve as tarefas a serem cumpridas.

Reportagem publicada na edição de sexta passada (28), do Correio do Estado, mostrou que uma das medidas impostas pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública para contra-atacar as ações dos detentos que chefiam a criminalidade mesmo atrás das grandes, ainda não funciona por completo.

Comentarios

Más popular

Arriba