Brasil

Merda toma conta da água na praia de Porto Belo, em Santa Catarina, é fedor e coliforme por todo lado

Uma mancha escura foi identificada no domingo (17) em uma faixa de mar do litoral norte de Santa Catarina. A Prefeitura de Porto Belo, uma das cidades atingidas, suspeita de derramamento de esgoto no rio Perequê, que deságua no mar, e montou uma força-tarefa para verificar se a água está contaminada. Ou seja, a água da praia está toda contaminada por merda, cocô. De acordo com o último relatório semanal de balneabilidade divulgado pelo Estado, no último dia 15, 35% dos pontos monitorados no litoral catarinense estão impróprios para banho.
PUBLICIDADE:
156172_1062989700426299_743336711891439460_n
Em Porto Belo, apenas dois dos seis pontos analisados estão livres de poluição. Na manhã desta segunda-feira, equipes da Vigilância Sanitária municipal e da Fundação do Meio Ambiente (Fatma), órgão estadual, coletaram amostras de água do mar e enviaram o material para análise em laboratório. Os resultados ficarão prontos em 24 horas. Os bombeiros estiveram no local e orientaram banhistas a não entrarem no mar. Eles também fizeram a recomendação a hóspedes de pousadas da orla. No domingo foram registradas imagens de peixes mortos na areia da praia de Perequê. Mas a prefeitura informou nesta tarde que, a princípio, não há necessidade de interditar o local. Também na tarde desta segunda-feira, fiscais da Fatma visitaram a estação de tratamento da Companhia Nacional de Saneamento (Conasa), na cidade vizinha de Itapema, para coletar amostras e determinar a quantidade de coliformes fecais na saída de esgoto tratado. A empresa, responsável pela captação e tratamento de água e esgoto em Itapema, foi notificada e deverá fornecer dados para a análise.
PUBLICIDADE:
banner-anuncie
Em 2013, a Conasa foi multada por derramar esgoto sem tratamento no rio Perequê. A empresa alega que esse procedimento administrativo ainda está em trâmite e que a responsabilidade pelo caso ainda está sendo discutida. Além da suspeita de derramamento de esgoto, segundo a Fatma, há outras hipóteses para o surgimento da mancha. “A água suja não indica necessariamente poluição. A mancha pode aparecer devido ao contraste entre a água do mar, que está extremamente limpa devido as condições climáticas favoráveis, com a água do rio, que é mais amarelada”, diz o diretor de proteção de ecossistemas do órgão, Márcio Alves. Outras explicações possíveis são a proliferação de algas e o despejo clandestino de esgoto de pequenas propriedades em Porto Belo.
PUBLICIDADE:
NORTE
Segundo a Fatma, a mancha avançou da praia de Perequê, que já é considerada imprópria para banho, em direção à praia de Itapema, no lado esquerdo da foz do rio Perequê, hoje considerada própria para banho. Nesta segunda (18), a mancha estava concentrada na praia de Itapema.

PUBLICIDADE:
banner-site

Comentarios

Más popular

Arriba