Brasil

Mãe leva facadas do ex ao defender bebê que ele pretendia matar

Na manhã desta quarta-feira (4), jovem de 18 anos registrou boletim de ocorrência contra o ex-marido, de 20 anos, na DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) de Ponta Porã, no qual relata que na madrugada de terça-feira (3), o rapaz invadiu sua casa, ameaçou matar o filho de 2 anos e esfaqueou a mulher.

Segundo relato da vítima à polícia, ela conviveu com o rapaz por três anos e teve com ele o filho, de dois anos. Na madrugada de terça-feira, o jovem foi até a casa da vítima, por volta das 2 horas, para tentar reconciliação. A vítima afirma que se negou a reatar com o ex, momento em que ele foi até a cozinha e pegou uma faca.

De acordo com a jovem, o ex disse “Agora os três vão morrer, vou começar pelo neném. Agora vou contar até 60 e depois que eu terminar de contar o – nome do filho – vai morrer”. A mãe conta que entrou na frente da criança e disse “Você não vai matar meu filho”, então acabou esfaqueada pelo rapaz.

Conforme a ocorrência, a vítima sofreu vários ferimentos nas costas, além de uma facada no ouvido. O ex ainda a segurou pelo pescoço, momento em que o celular dele tocou e, com a distração, a vítima gritou por socorro. Um amigo do suspeito, que estava nas proximidades, entrou na casa para ajudá-la e o rapaz fugiu em seguida.

O ex é suspeito de ameaçar a vítima de morte constantemente e ela tem contra ele medidas protetivas. O caso foi registrado como homicídio simples na forma tentada, qualificada por violência doméstica, além de desobediência à decisão judicial sobre perda ou suspensão de direito.

Comentarios

Más popular

Arriba