Brasil

Início da semeadura da segunda safra de milho

Até o dia 18 de janeiro, 0,6% da área prevista no estado havia sido semeada, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA). Neste mesmo período da safra passada, 0,9% da área havia sido semeada.
O atraso na colheita da soja nesta temporada e, mais recentemente, as chuvas que caíram no estado têm prejudicado o ritmo dos trabalhos no campo.
O milho deve ocupar 3,38 milhões de hectares em 2015/2016 em Mato Grosso, um aumento de 2,2% em relação à safra passada.
A produção está estimada em 19,36 milhões de toneladas, frente as 21,20 milhões de toneladas colhidas na safra passada.
A produtividade deverá ser menor nesta temporada. A expectativa é de que sejam colhidas 95,51 sacas de milho por hectare, 10,6% menos que em 2014/2015, quando o rendimento médio foi de 106,9 sacas por hectare.
No Parará, 3,0% da área de milho safrinha foi semeado até o final da primeira quinzena de janeiro, segundo o Departamento de Economia Rural (DERAL).
A estimativa é de que 94,0% das lavouras estejam em boas condições e 6,0% em condições medianas.
A área de milho de segunda safra aumentou 5,2% no estado e está estimada em 2,02 milhões de hectares em 2015/2016. A produção prevista é de 11,75 milhões de toneladas na safrinha, frente as 11,39 milhões de toneladas colhidas na safrinha passada.
As recentes altas de preço do milho no mercado brasileiro aumentaram a intenção de plantio por parte do produtor na segunda safra 2015/2016.

Scot Consultoria
Autor: Rafael Ribeiro de Lima Filho
Publicidade:
156172_1062989700426299_743336711891439460_n

Comentarios

Más popular

Arriba