Fronteira

Ponta Porã e Pedro Juan contra a dengue

Ponta Porã e Pedro Juan contra a dengue
Autoridades de saúde de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero se reuniram para definir estratégias de prevenção a diversas doenças.

Divulgação: Dora Nunes

PUBLICIDADE.
RTEX

As autoridades de saúde de Ponta Porã e de Pedro Juan Caballero reativaram na manhã desta terça-feira um importante instrumento para a realização de um trabalho conjunto na prevenção e combate a doenças que atingem a população das duas cidades.

O Comitê Interfronteiriço de Vigilância em Saúde é formado por representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Ponta Porã e dos órgãos públicos de saúde da vizinha cidade paraguaia.

A reunião que formalizou a reativação do comitê _ que ficou mais de seis meses sem atividades por conta do desinteresse da administração municipal anterior_ foi realizada no Hospital Regional de Pedro Juan Caballero.

Entre os assuntos a definição de estratégias para prevenção de doenças como dengue, zika, chikungunya e a febre amarela. Em Ponta Porã a dengue preocupa. ” Neste ano registramos nove casos suspeitos de dengue e nenhum confirmado até o momento. No lado paraguaio eles informaram que foram registrados 50 casos e também nenhum confirmado. Porém, precisamos ficar atentos, pois o índice de infestação do mosquito transmissor desta e de outras doenças em nossa cidade é de 1,9%, bem acima do aceitável pela Organização Mundial de Saúde”, disse o secretário de saúde de Ponta Porã, Dr. Patrick Derzi.

Ele afirmou que, com a reativação do Comitê será possível desenvolver campanhas em conjunto com as autoridades paraguaias. “Nossa fronteira é aberta e, por isso, não existem barreiras para as doenças. Esta parceria com o Paraguai é fundamental para o sucesso das ações de prevenção”, afirmou.

No caso da febre amarela ficou definido que os dois lados deverão manter contto permanente para informar com rapidez o surgimento de qualquer caso suspeito. Uma das preocupações é com relação à grande quantidade de pessoas que visitam a froteira vindas de diversas regiões do Brasil, inclusive de áreas próximas aos locais em que foram registrados casos da febre amarela.

Entre o grupo de visitantes está uma imensa quantidade de brasileiros que moram na fronteira para cursarem Medicina no Paraguai. Ponta Porã possui uma população superior a 88 mil habitantes. Em Pedro Juan Caballero são 115.583 moradores conforme informação repassada pelos órgãos de saúde da vizinha cidade.

Estiveram participando da reunião coordenadores e gerentes dos principais órgãos da Secretaria Municipal de Saúde e também do Departamento de Amambay, bem como do município de Pedro Juan Caballero e de órgãos nacionais do país vizinho como o Senepa, responsável pelo controle de doenças como a dengue. Pontainforma

PUBLICIDADE

================================

Comentarios

Más popular

Arriba