Fronteira

PARANHOS:Policiais declararam guerra aos que “acham que mandam” na cidade

PARANHOS:Policiais declararam guerra aos
que “acham que mandam” na cidade
Pistoleiros dispararam 26 tiros contra pessoas que estavam na academia Policial civil assassinado havia participado de publicação no Facebook, junto com outros dois colegas. Associada a foto dos investigadores estava a seguinte mensagem: “Ou você se omite, ou se corrompe, ou vai pra guerra… Pra cima de filhos da p… que estão achado que mandam na cidade… Aqui na, xará!!! #PCMS”. Aquiles Chiquim Junior, 34 anos, foi executado a tiros de fuzil ontem à noite, em Paranhos.

De acordo com nota emitida pela Polícia Civil sobre o caso, três homens armados com fuzis calibre .556 foram até academia de ginástica, no centro da cidade, sendo que dois deles entraram no estabelecimento e comparsa ficou do lado de fora esperando em um veículo Gol.

A dupla que invadiu academia disparou 26 tiros contra pessoas que estavam no local. Policial Aquiles morreu, enquanto Marília Batista dos Santos, 32 anos, Raphael Fernandes Carpes, 24, Guido Daniel Fernandes Bento, 18 e Pablino Yurtz Zarza, 23, foram baleados.

Depois de desferir as rajadas de tiros, os suspeitos entraram no carro e fugiram em alta velocidade em direção a cidade de Ypeju, no Paraguai.

ATUAÇÃO

Aquiles concluiu formação na Academia de Polícia Civil (Acadepol) em março de 2015 e, desde então estava lotado na Delegacia de Paranhos.

Investigadores apuram o caso e contam com apoio da Polícia Nacional do Paraguai para elucidar autoria do crime.

PUBLICIDADE:
O Shopping China está localizado nas principais fronteiras com o Brasil. Venha nos visitar!!!
13238968_1146009418790993_2969263158668697156_n

Comentarios

Más popular

Arriba