Fronteira

NOSSA FRONTEIRA……

Nossa Fronteira

Eu tirei essa foto ontem, por volta das 17:30H aqui na Fronteira, em Ponta Porã – MS. Cheguei até compartilhar em meu Status do WhatsApp, com uma legenda cômica, me referindo a chegada, novamente, do frio aqui na região. Porém a fronteira está enfrentando problemas bem maiores que madrugadas geladas. Problemas maiores que uma lavoura queimada por uma geada, ou ruas cheias de buracos com água das chuvas. Ponta Porã está enfrentando um problema social gravíssimo que está começando à deixar a população em pânico.
Enquanto eu tirava essa foto no centro da cidade, bem próximo a fronteira com o Paraguai, minha irmã era assaltada no portão de casa, bem próximo dali, em um bairro de nossa cidade.
Sim, aquilo que nunca imaginamos que possa acontecer com a gente, ou algum parente ou amigo próximo, aconteceu, e de uma forma violentíssima, o que preocupa ainda mais, e agrava essa situação.Estão ocorrendo assaltos a mão armada, não só em comércios, mas agora também com as pessoas nas ruas. Na ida, ou na volta do trabalho, da escola, da faculdade. E sinceramente, isso nunca foi rotina aqui. E está saindo do controle, como à tempos não víamos acontecer. As pessoas estão com medo de sair de casa, de ficar em casa. De ir à um comércio, ou à um barzinho. As pessoas de bem estão apavoradas.
Ponta Porã – MS, Fronteira seca com o Paraguai. Uma cidade conhecida Nacionalmente na mídia, por ser rota, entrada de drogas, armas, contrabando para o território nacional brasileiro. Sempre mostrada essa realidade em jornais, matérias de pessoas que não sabem o que é viver aqui.
Tudo o que está acontecendo hoje nessa cidade levanta certas questões, discussões, comentários que começam a ser feitos, toda vez que vemos as coisas se tornarem “anormais” em nossa região.
Questões polêmicas, e que dividem opiniões. Como por exemplo: Essa fama de ser rota de tráfico, que é real, consequentemente o Crime Organizado, que existia com força na região, tendo chefões que mandariam na região, como vemos nas histórias das Máfias, Italianas, Russas, Chinesas, Japonesas, ou algo mais perto de nossa realidade, como nas favelas brasileiras, esse Crime em certo grau traria algum “benefício” pra população local?
Eu diria que nenhum crime compensa, ou é bom pra qualquer sociedade que esteja no meio dele, em nenhum grau. Mas digo que quando uma população necessita do poder de um Crime Organizado pra abafar crimes menores numa localidade, pra ela caminhar em paz nas ruas, alguma coisa está muito errada com aquele lugar, com o determinado país em geral. Eu diria que é uma vergonha pro governo falho, pra segurança pública fraca e de enfeite daquele lugar. Eu diria que o mundo não é mais o mesmo, como disse Wolverine.
E eu perguntaria: Que mundo de merda foi esse que tivemos até hoje, onde nada crescia (“Lado Ruim” do Crime Organizado) nessa cidade por causa dos seus “Donos”. E agora que nos vemos “livres” temos uma guerra do crime organizado por domínio da região, já ferindo pessoas inocentes em lugares públicos, e pra completar, o que começa a crescer na merda do lugar, ao invés de ser o desenvolvimento, é as estatísticas de roubos, mortes, violência contra pessoas inocentes nas ruas, comércios, ou dentro de suas próprias casas.
O que é certo? O que é errado nisso tudo?
Que lado você defende?
Qual sua posição?
Vamos matar? Não! Vamos prender então?
Vamos dividir a fronteira? Vamos cobrar que o exército faça algo melhor que fazer apreensões de drogas na rodovia, porque é aqui que estamos sofrendo as consequências?
Vamos ficar trancados e esperar algum “Milagre”? Algum Justiceiro? Algum novo “Dono”?
Ou vamos esperar, pra se tornar também mais um número das estatísticas?
É lamentável!
Rafael Canatto.

PUBLICIDADE:

BITCOIN#Capitanbado

As transferências internacionais e câmbio. Em vez de usar uma mudança de bolso ou um cartão bancário de rua, você pode pagar instantaneamente uma conta com sua carteira móvel (semelhante ao Apple Pay) ou usar um cartão de débito plástico ou virtual, em qualquer loja ou qualquer site onde Visa seja aceito. É assim tão fácil. E uma vez que você começa a usar o Bitcoin, você começará a notar quantos locais já sinalizam que dizem “Aceitamos Bitcoin aqui”. Por exemplo, no site Classificados BTC existem dezenas de anúncios de produtos e serviços, desde carros, eletrônicos, até imóveis de luxo! E a “mania Bitcoin” só acaba de começar.
https://backoffice.minerworld.com.br/waldirvip

Comentarios

Más popular

Arriba