Fronteira

Morte de Agente Federal pode ter sido encomendada pelo PCC

Um dos suspeitos presos pode ter envolvimento com PCC.

O delegado adjunto da Polícia Civil Rodrigo Baptista Santos, deu detalhes sobre a investigação da morte da Agente Federal Melissa Almeida, na última quinta-feira (25) no bairro Canadá em Cascavel.

De acordo com as investigações, há indícios de que o crime foi encomendado. Dois suspeitos já foram presos e ouvidos na manhã desta sexta-feira (26), e outros dois mortos em confronto com a polícia na noite de quinta-feira, em uma residência alugada pelos suspeitos na Avenida Corbélia, no bairro Colmeia. Os atiradores não moravam em Cascavel.

Ainda de acordo com o delegado, um dos motivos da morte encomendada pode ser o fato de Melissa realizar avaliação psicológica dos presos na penitenciária de segurança máxima de Catanduvas.

Há suspeita de que o suspeito preso tem ligação com o PCC. Um suspeito está foragido.

Melissa morreu dentro de casa em um condomínio no bairro Canadá durante confronto. O policial Rogério Ferrarezzi, marido de Melissa foi baleado e passou por cirurgia no Hospital Universitário de Cascavel.

Mais de 20 tiros de fuzil foram efetuados durante o confronto.

A Polícia Civil continua investigando o caso.
Redação Catve.com

Comentarios

Más popular

Arriba