Fronteira

Investigados por nepotismo, esposa e cunhado de prefeito ganham R$ 23 mil

Investigados por nepotismo, esposa e cunhado de prefeito ganham R$ 23 mil
Inquérito civil foi aberto para apurar nomeações de Ruiter Cunha

Prefeito Ruiter e eposa Beatriz – Foto: Reprodução/Facebook
Prefeito Ruiter e eposa Beatriz – Foto: Reprodução/Facebook
Em menos de dois meses de gestão, o prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha (PSDB), é investigado por praticar crime de nepotismo. Ele nomeou a esposa e o cunhado como secretários que juntos têm salários de mais de R$ 23 mil mensais.

A abertura do inquérito civil foi publicada na edição desta segunda-feira (13), do Diário Oficial do Ministério Público Estadual (MPE). A apuração começou na semana passada e em razão de estar no início, não há mais detalhes sobre o caso.

A esposa de Ruiter, Beatriz Rosalia Ribeiro Cavassa de Oliveira, ocupa cargo de secretária especial na Secretaria Especial de Cidadania e Direitos Humanos. O órgão é novo e ainda nem consta no site oficial da prefeitura da cidade.

Pelo trabalho, Beatriz tem salário bruto de R$ 14.847,44, conforme o Portal da Transparência de Corumbá. Beatriz já ocupou cargo semelhante, de secretária de Integração das Políticas Sociais, em 2008, época em que Ruiter também comandou a cidade.

Irmão de Beatriz, Haroldo Waltencyr Ribeiro Cavassa também foi nomeado como integrante do primeiro escalão. Responsável pela Secretaria Municipal de Assistência social, Haroldo liderou a equipe de transição de Ruiter depois das eleições. Também conforme o Portal da Transparência, Haroldo tem rendimento bruto de R$ 8.736,00 mensais.

A prefeitura de Corumbá deve ser notificada nos próximos dias sobre a abertura da investigação.
Pontainforma

Comentarios

Más popular

Arriba