Fronteira

Ex-delegado da Receita Federal é preso pelo GAECO por cobrança de propina

Mais duas pessoas foram presas pelo Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na manhã desta segunda-feira (21) em Londrina (PR) acusados de participação no esquema de cobrança de propina na Receita Estadual.

Entre eles está Marcelo Müeller Melle, que ocupou o cargo de delegado-chefe da Receita em Londrina de abril a agosto deste ano, logo depois da operação Publicano, que denunciou mais de 170 pessoas por corrupção.

Ele foi detido em casa, em Cornélio Procópio, e havia pedido aposentadoria do cargo no começo deste mês.

O outro preso é o auditor fiscal Luis Fernandes de Paula, detido em Curitiba, onde trabalhava como inspetor regional da Receita e anteriormente era coordenador de fiscalização em Londrina.

Segundo o promotor Jorge Barreto da Costa, coordenador do Gaeco em Londrina, os dois faziam parte da cúpula da organização criminosa que atuava no órgão, e teriam participação ativa em cinco crimes de corrupção, com cobrança de propina de empresas para evitar aplicação de multas. Os fatos teriam ocorrido em 2010.

As prisões são um desdobramento da Operação Publicano II, deflagrada em 10 de junho deste ano.

Melle e Fernandes não serão levados para Londrina, e ficarão presos em Cornélio Procópio e Curitiba, respectivamente.

Fonte: César Galeano Repórter

PUBLICIDADE:
12039610_421783484676081_7072437001044959930_n

Comentarios

Más popular

Arriba