Fronteira

Depois da polêmica da Sopa Câmara aprova ‘Diploma Jopará’ em homenagem aos paraguaios

Depois da polêmica da Sopa Câmara aprova ‘Diploma Jopará’ em homenagem aos paraguaios

Por: Folha de Dourados

Homenagem será dada aos paraguaios e seus descendentes com histórico positivo

Nicanor Coelho, do Midiax

Depois da polêmica criada por causa das leis municipais que tornaram o Tereré, o Pucheiro e a Sopa Paraguaia como patrimônios imateriais de Dourados, a Câmara de Vereadores instituiu o “Diploma Jopará” para tentar acalmar os “ânimos” com os paraguaios que se sentiram “roubados”.

O Diploma Jopará foi criado através do decreto legislativo 955 de 24 de julho e será concedido às personalidades do Povo Paraguaio que residem em Dourados.

A honraria será concedida às pessoas de notório saber ou que realizam atividade de relevância social, política, econômica, religiosa que residam em Dourados e que sejam de nacionalidade paraguaio ou descendentes.

O Diploma Jopará terá o brasão do município e ao centro uma foto da Praça Paraguaia em marca d’água. O decreto assinado pela presidente da Câmara, vereadora Daniela Hall já está em vigor e o diploma deverá ser concedido ainda este ano.

Jopará, ou Yopará, é o nome coloquial da junção das línguas Guarani e Espanhola faladas no Paraguai e pelos seus descendentes que residem em Dourados e outros localidades de Mato Grosso Sul.

Comentarios

Más popular

Arriba